PUBLICIDADE
Topo

Esporte

McGregor promete inflacionar salários no MMA, mas deixa cogita boxe

McGregor curte um uísque depois da luta - Diego Ribas/Ag Fight
McGregor curte um uísque depois da luta Imagem: Diego Ribas/Ag Fight

Ag. Fight

27/08/2017 10h00

Conor McGregor não tem do que reclamar. Em sua estreia no boxe profissional, o irlandês encarou o maior pugilista do século 21 e só foi parado no 10º round. Além disso, o campeão peso-leve (70 kg) do UFC parece ter garantido fatia de cerca de 100 milhões de dólares (R$ 330 milhões), quantia maior do que a soma de todas as suas bolsas conquistadas no MMA. Por isso, a dúvida sobre seu futuro se fez presente durante a coletiva de imprensa após o duelo.

Estaria Conor disposto a retornar ao MMA sabendo que voltará a ganhar bem menos? Sim, e não. Que garantiu foi o próprio atleta ao ser questionado sobre as diferenças entre os dois mundos dos esportes de combate. Neste momento, o irlandês foi lembrado por Mayweather que o salário no boxe é maior, oque garantiu curiosa análise.

"O pagamento, sim . O pagamento não é nada mal . Mas eu já aumentei isso no MMA, e vou aumentar quando eu voltar para lá. ", prometeu antes de comparar de fato as duas modalidades.

"Eu não sei que droga que é, mas existe uma diferença. Talvez seja um pouco mais limpo. Mas me diverti, foi uma honra vir aqui e mostrar minhas habilidades. Sou um campeão mundial. Fui lá e dei meu melhor. Acertei ele, mas ele acertou socos no corpo. Foi muito bem, me diverti", afirmou sorrindo, sua marca nessa coletiva.

Apesar da derrota, a certeza de ter feito uma grande apresentação aliado ao fato de que sua bolsa será uma das maiores já pagas, Conor deixou claro que voltará ao MMA, mas também fez questão de dizer que não irá fechar nenhuma porta com relação à nobre arte.

"Posso continuar no jogo do boxe. Vou estudar e aprender artes marciais. Foi uma honra dividir o ringue com o Mayweather", garantiu.

Esporte