PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-zagueiro do Palmeiras lesiona três companheiros e é expulso de treino

Danilo, zagueiro da Udinese, em ação contra a Juventus - Marco Bertorello/AFP
Danilo, zagueiro da Udinese, em ação contra a Juventus Imagem: Marco Bertorello/AFP

Da AFP, em Milão (Itália)

24/11/2016 16h24

O zagueiro brasileiro Danilo, capitão da Udinese, perdeu totalmente a cabeça em um treino, com entradas duras que resultaram na lesão de três dos seus companheiros de equipe, informou o clube italiano nesta quinta-feira.

"Esperamos que ele peça desculpas, é o mínimo que se pode saber", afirmou em um comunicado o diretor esportivo do clube, Nereo Bonato, antes de adiantar que o atleta de 32 anos será multado.

De acordo com a imprensa italiana, a primeira vítima da série de carrinhos foi o iraquiano Ali Adnan, que foi para o departamento médico por sentir dores no tornozelo.

Depois de ter dado um beijo na testa do companheiro como pedido de desculpas, o zagueiro com passagens por Palmeiras e Atlético-PR encontrou um novo alvo, o tornozelo do venezuelano Adalberto Peñaranda.

O último lance foi ainda mais assustador, deixando as marcas na chuteira na perna de Francesco Lodi.

A terceira agressão foi a gota d'água, desencadeando uma briga entre jogadores. Até que o técnico da Udinese, Gigi Delneri, mandou o brasileiro para o vestiário.

"Vocês não têm vergonha? Parecem crianças!", gritou o treinador, citado pela Gazzetta dello Sport.

Não é a primeira vez que Danilo ganha os holofotes por conta do comportamento agressivo. Em 2011, o zagueiro, então jogador do Palmeiras, preferiu insultos racistas contra Manoel, que enfrentou em jogo contra seu ex-clube, o Atlético-PR. Ele foi condenado a pagar uma multa de 500 salários mínimos em 2013, valor reduzido para 100 salários após julgamento do recurso, em 2015.

Em 2012, já na Udinese, ele chegou a brigar com o companheiro Michele Pazienza no túnel que levava ao vestiário de um estádio depois de uma partida.

Esporte