PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Guardiola se defende das críticas: "Ainda não morri"

29/04/2016 16h11

Berlim, 29 Abr 2016 (AFP) - Questionado sobre as polêmicas escolhas táticas na derrota para o Atlético de Madri (1-0), o técnico do Bayern de Munique, Pep Guardiola, se defendeu nesta sexta-feira, afirmando que "ainda não morri", a quatro dias da partida de volta das semifinais da Liga dos Campeões.

"Ainda não morri. Ainda temos um jogo. Ainda tenho uma bola, depois veremos", afirmou sorrindo o técnico catalão, na véspera do confronto do Bayern com o Borussia Mönchengladbach que pode valer o tetracampeonato alemão ao clube bávaro.

"Vocês não podem imaginar como estou feliz. Estou cheio de energia, estou muito motivado", insistiu o técnico de 45 anos.

"Já mostramos em outras ocasiões do que somos capazes", afirmou Guardiola, que segue com chances de conquistar a 'Tríplice Coroa' (Bundesliga-Copa da Alemanha-Liga dos Campeões), antes de deixar o clube ao fim da temporada e assumir o comando do Manchester City.

Esporte