PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Piloto russo de 15 anos vence prova e faz gesto nazista no pódio

Artem Severiukhin, de 15 anos, fez gesto nazista no pódio após vencer uma prova de kart - Reprodução/FIA
Artem Severiukhin, de 15 anos, fez gesto nazista no pódio após vencer uma prova de kart Imagem: Reprodução/FIA

Do UOL, em São Paulo (SP)

11/04/2022 10h34

O piloto russo Artem Sveriukhin, de apenas 15 anos, fez um gesto nazista no pódio após vencer a primeira prova do Campeonato Europeu de Karting na categoria OK-Junior (dos 11 aos 15 anos), em Portimão, no Algarve, em Portugal.

Por conta das sanções da FIA à Rússia, pela guerra com a Ucrânia, o jovem não representa o seu país e subiu ao posto mais alto do pódio representando a bandeira italiana.

Durante o hino da Itália, Artem estendeu o braço direito e fez uma típica saudação nazista — após o ato ele gargalhou.

O gesto era utilizado durante o regime de Benito Mussolini, fundador e o grande líder do fascismo italiano, governando a Itália de 1922 a 1943. Adolf Hitler, líder do Partido Nazista na Alemanha, copiou a saudação de Mussolini.

Os romanos usavam como cortesia militar e virou símbolo do fascismo. Já os alemães faziam o gesto como um sinal da lealdade e culto da personalidade de Hitler.

A saudação feita pelo jovem é crime de apologia ao fascismo desde 1952 na Itália, pela 'lei Scelba'.

A FIA está fazendo uma investigação imediata sobre a conduta 'inaceitável' do piloto.

Veja o comunicado da FIA na íntegra:

"A FIA confirma que lançou uma investigação imediata sobre a conduta inaceitável do senhor Artem Severiukhin, realizada na cerimônia do pódio da 1ª etapa de 2022 do campeonato europeu de kart, realizado em Portimão. A FIA comunicará em breve os próximos passos nesse caso".

Esporte