PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

"Cale a boca" e "demorou muito": frases do emocionante GP da Rússia de F1

Lewis Hamilton elogia Lando Norris pelo desempenho na Rússia - Yuri Kochetkov - Pool/Getty Images
Lewis Hamilton elogia Lando Norris pelo desempenho na Rússia Imagem: Yuri Kochetkov - Pool/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

27/09/2021 04h00

Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu o Grande Prêmio da Rússia no domingo (26). Após uma largada não tão positiva, o piloto britânico trouxe emoção para a reta final da corrida. Nas últimas voltas, o heptacampeão colocou sua experiência em jogo e garantiu o primeiro lugar no Autódromo de Sochi. Esta foi sua 100ª vitória.

A corrida ficou marcada por muita intensidade e constantes ultrapassagens. A disputa constante entre Lando Norris e Lewis Hamilton na reta final da prova fez com que tudo fosse decidido realmente nos últimos instantes, principalmente após a chuva que complicou a situação de todos os pilotos.

No sábado (25), Lando Norris conquistou sua primeira pole position. Ele ficou bastante frustrado com o resultado da prova de domingo, uma vez que, na última volta, ele optou por não trocar pneus e acabou não resistindo à pista molhada. Norris era favorito, mas terminou a prova na sétima colocação.

Ao fim da prova, a chuva tomou conta de Sochi —e provocou um grande reviravolta na corrida que estava praticamente definida. Norris, que caminhava para sua primeira vitória, não trocou de pneus e abriu espaços para Hamilton.

O engenheiro da McLaren o avisou sobre as consequências da chuva. "Pista escorregadia na curva 10. Muitos carros saindo", disse.

Sim, cale a boca",
Lando Norris, que terminou em sétimo, respondeu.

À Sky Sports, o jovem britânico depois lamentou o final da corrida.

Estou triste, devastado. Precisamos tomar uma decisão, e a decisão que tomei com a equipe foi errada. Na verdade, o grupo disse que eu deveria ir ao box, mas eu preferi ficar de fora. A decisão foi minha."

Com isso, Hamilton conseguiu conquistar sua 100ª vitória na carreira.

Demorou muito para chegar à vitória 100, não tinha certeza que conseguiria isso hoje, Landon fez um trabalho maravilhoso. Ele estava com um ótimo ritmo. Está fazendo um ótimo trabalho com a McLaren e é muito bom ver meu antigo time (andando) à frente."
Hamilton, sempre elogioso a Norris

"A McLaren está bem, ganhou a última corrida. Eles estão fantásticos —e obviamente movidos pela Mercedes [é a Mercedes que fabrica os motores usados nos carros da McLaren]. É bom vê-los unidos novamente. A equipe fez uma grande decisão no final", concluiu Hamilton.

Classificatório frustrante para Mercedes

A satisfação de Hamilton se deu depois de um dia frustrante. O treino classificatório não foi dos melhores para o piloto da Mercedes. Também à Sky Sports, após terminar a classificação em terceiro lugar, Hamilton admitiu que o incidente na entrada do box foi "apenas um erro meu" e não devido aos pneus frios.

"No final das contas, estou incrivelmente decepcionado comigo mesmo", disse. Redenção que chama?

Trabalho em equipe

Se Norris hesitou em ir aos boxes, a Mercedes nem deu a Hamilton essa chance. O diretor da Mercedes, Toto Wolff, afirmou após a corrida que seus engenheiros não toleravam qualquer outra possibilidade que não a parada do heptacampeão mundial, diante da previsão do tempo ameaçadora que testemunhavam.

Sabíamos que o tempo feio estava chegando. Então Valtteri [Bottas] fez o pit na volta anterior, e aí nossos estrategistas foram inflexíveis para fazer o pit [de Hamilton. A chuva caiu, e as coisas ficaram bem erráticas. Eu entendo por que foi tão difícil para a McLaren tomar a decisão de ficar de fora ou entrar."

Um suspiro para Verstappen

O segundo lugar mais alto do pódio ficou com Max Verstappen, da Red Bull, enquanto Carlos Sainz Jr chegou em terceiro. Ao fim da corrida, o piloto espanhol agradeceu a Ferrari pela decisão de trocar os pneus na hora correta.

Tomamos a decisão certa na hora certa, e isso nos permitiu voltar para terceiro. No geral, foi uma corrida forte."
Verstappen

A Fórmula 1 volta somente no dia 10 de outubro, com o Grande Prêmio da Turquia, no Circuito de Istambul. O UOL Esporte fez um resumo do que foi a manhã movimentada no Autódromo de Sochi.

Veja a classificação do GP da Rússia:

1º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
2º - Max Verstappen(HOL/Red Bull Racing)
3º - Carlos Sainz Jr (ESP/Ferrari)
4º - Daniel Ricciardo (AUS/McLaren)
5º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)
6º - Fernando Alonso (ESP/Alpine)
7º - Lando Norris (ING/McLaren)
8º - Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo)
9º - Sergio Pérez (MEX/Red Bull Racing)
10º- George Russell (ING/Williams)
11º - Lance Stroll (CAN/Aston Martin)
12º - Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin)
13º - Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri)
14º - Esteban Occon (FRA/Alpine)
15º - Charles Leclerc (MON/Ferrari)
16º - Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo)
17º - Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri)
18º - Nikita Mazepin(RUS/Haas)
19º - Nicholas Latifi (CAN/Williams)

Não completaram:

Mick Schumacher (ALE/Haas)

Fórmula 1