PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Falta de ondas adia início da etapa de Pipe Masters no Mundial de Surfe

Ítalo Ferreira surfando em Pipeline em Oahu, Havaí. Ondas como essa não apareceram hoje -  Brian Bielmann/AFP
Ítalo Ferreira surfando em Pipeline em Oahu, Havaí. Ondas como essa não apareceram hoje Imagem: Brian Bielmann/AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/12/2019 20h06

A primeira jornada da etapa de Pipe Masters, a última do Circuito Mundial de Surfe, foi adiada hoje por falta de ondas no Havaí. Com isso, os atletas só devem começar a competição amanhã.

Dos cinco candidatos ao título nesta temporada, três são brasileiros: Ítalo Ferreira, Gabriel Medina e Filipe Toledo. Também disputam a conquista mundial o sul-africano Jordy Smith e o norte-americano Kolohe Andino, este último com chances muito remotas.

Ítalo Ferreira é o líder do circuito, mas tem uma diferença de pouco mais de mil pontos para Medina, segundo colocado. Smith aparece próximo, na terceira colocação, enquanto Filipe Toledo está 1.925 pontos atrás. Andino tem pouco mais de 6,4 mil pontos de desvantagem para o líder, e só pode ser campeão se ganhar a etapa, contando com maus desempenhos dos outros concorrentes.

Se Ítalo chegar à final contra Medina ou Toledo, o campeão de Pipeline conquistará o título de campeão mundial simultaneamente. Caso a decisão seja contra Jordy Smith, em função de o sul-africano ter um descarte maior, Ítalo já será campeão. Caso o líder pare nas semifinais, Medina será tricampeão se chegar à final, desde que Toledo ou Smith não seja o campeão.

Esporte