PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com chuva de gols e briga na Colina, Flu bate Vasco e leva Taça Rio Sub-20

21/04/2018 17h18

O Fluminense é o campeão da Taça Rio Sub-20. Em jogo emocionante, o Tricolor venceu o Vasco, em São Januário, por 5 a 3, e garantiu o troféu do segundo turno do Campeonato Carioca da categoria. Além disso, chega à semifinal do Estadual com a vantagem do empate. Apesar da partida ter oito gols, ficará marcada pela briga entre jogadores e comissões técnicas dos dois clubes - com direito a invasão de torcedor ao gramado.

O quinto gol do Fluminense, já nos acréscimos, gerou toda a confusão. Na base do tudo ou nada, o goleiro Alexander foi para a área, na tentativa de empatar o duelo. Porém, o tricolor conseguiu recuperar a bola e, com o gol vazio, Samuel parou em cima da linha e deu uma sambadinha antes de completar à rede.

A equipe de Leo Percovich venceu com gols de Dudu (dois), Lucas, Marlon e Samuel. Já pelo time de Marcos Valadares, Moresche, Lucas Santos e Alan. Na disputa por uma vaga na final, as equipes voltam a se encontrar, mas, agora, com o Tricolor tendo a vantagem do empate para avançar na competição.

Vale lembrar que, na Taça Rio, o Fluminense teve melhor campanha que o Vasco, 21 pontos contra 16, mas o mando da decisão foi definido através de sorteio.

Mesmo em São Januário, o Flu começou melhor e abriu o placar cedo. Logo aos oito minutos, Dudu aproveitou rebote e, com o gol livre, empurrou para o fundo da rede. O Vasco sentiu um pouco, mas se acertou rapidamente e passou a pressionar, fazendo com que o goleiro Guilherme se tornasse em um dos destaques da partida. Porém, quem chegou ao gol foi o Tricolor. De pênalti, Lucas ampliou a vantagem, aos 35 minutos.

Mal o segundo tempo havia começado e o Flu chegou ao terceiro, com Marlon, aos dois minutos. E não demorou para vir o quarto. Em boa jogada, Dudu cortou para o meio da área e bateu forte, balançando a rede, aos 10. O jogo parecia decidido, mas não foi bem isso que aconteceu. O time cruz-maltino foi para cima e fez o primeiro com Moresche, de cabeça, após cruzamento da esquerda, aos 11 do segundo tempo.

A equipe da casa buscou o jogo e o Flu acabou tendo uma expulsão. Caio fez falta dura em Alan, recebeu o segundo amarelo e saiu mais cedo de campo. Com a vantagem numérica, o Vasco se animou e começou a comandar as ações. De pênalti, Lucas Santos fez o segundo e, pouco depois, Alan fez o terceiro.

Com o placar marcando 4 a 3, o goleiro Alexander foi para a área em uma cobrança de escanteio, mas a zaga tricolor conseguiu fazer o corte e foi para o campo de ataque tendo o gol cruz-maltino vazio. Samuel parou a bola na linha, dançou, completou e saiu para comemorar. Alguns jogadores do Vasco, porém, não gostaram da atitude e foram tirar satisfação, dando início a uma grande confusão entre jogadores, membros das comissões técnicas e até torcedores que invadiram o gramado de São Januário.

Esporte