PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Em situação indefinida, Caju deve ser comprado, mas pode voltar ao Santos

24/08/2017 08h00

O lateral-esquerdo Caju vive um período de indecisão em sua carreira. Emprestado ao Lille, da França, há um mês e nove dias, o jovem de 22 anos não sabe por qual time vai jogar na temporada. A indefinição se deve ao fato da negociação ter acontecido durante um período em que o ala tratava uma grave lesão muscular na panturrilha esquerda.

Antes de deixar o Peixe, o atleta revelado na base do clube foi inscrito na Libertadores com ressalvas, pois o departamento médico não tinha como dar um período exato para sua recuperação. A princípio, os franceses estavam dispostos a recuperar o garoto, no entanto, Caju não pôde participar da pré-temporada e não vai atuar pela equipe em 2017.

No momento, ele não faz parte do elenco do Lille e não está na relação de jogadores no site do clube, diferentemente de Thiago Maia, vendido no mesmo período, e do volante Thiago Mendes, ex-São Paulo. Nos materiais de imprensa divulgados pelo Alvinegro, o lateral é colocado em período de negociação.

No acordo inicial, o Santos emprestou seu ex-camisa 3 por 500 mil euros (R$ 1,8 milhão) e o venderia após completar 15 jogos pelo Lille, que pagaria mais 2,2 milhões de euros. Agora, as duas partes conversam para achar uma solução.

Como o ala agradou o técnico Marcelo Bielsa, a tendência é que o Lille compre o jogador em definitivo agora, mas por um valor menor, e o empreste. Inclusive, uma possibilidade é de que Caju retorne ao Santos e vá para a França em 2018. Outra hipótese é concluir a recuperação nas instalações do Lille e tentar um empréstimo para outro clube na Europa.

Promovido ao profissional do Santos em 2014, Caju atuou em 41 partidas e chegou a ser convocado para seleções de base.

Esporte