PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com Vasco em má fase, jogo contra o Bahia cresce em importância

Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br.
Imagem: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br.

18/08/2017 07h15

Vivendo fase complicada no Campeonato Brasileiro, o Vasco encara o Bahia no domingo, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Mais próximo da zona de rebaixamento do que do grupo que garante vaga na Libertadores do ano que vem, objetivo no clube, o Cruz-Maltino vê a partida ganhar mais importância por uma série de fatores.

Um deles é o jejum de vitórias vivido pelo time do técnico Milton Mendes. O Vasco já não sabe o que é vencer há quatro jogos. O Cruz-Maltino perdeu para Atlético-PR (1 x 0) e Cruzeiro (3 x 0) e empatou com Ponte Preta (0 x 0) e Palmeiras (1 x 1). Três dessas partidas ainda foram como mandante, mas vale destacar que ocorreram em Volta Redonda por conta da punição a São Januário. Isso mostra que as perdas de mando de campo prejudicaram a equipe.

Com a sequência negativa, a zona de rebaixamento já ficou mais próxima do que o G6, desejo do Cruz-Maltino neste Brasileirão. No momento, o Vasco está a apenas três pontos da área da degola, com apenas três times o separando do Z4. Por outro lado, está a quatro pontos do grupo que vai para a Libertadores, mas com seis equipes entre o sonho.

O Cruz-Maltino pode até terminar na zona de rebaixamento na próxima quarta-feira em caso de derrota para o Bahia, que já o passaria na tabela, e uma combinação de resultados dos adversários que estão abaixo. O São Paulo, primeiro time fora do Z4 mostra que está crescendo e encara o Avaí na próxima rodada, já a Ponte Preta, uma posição atrás do Vasco, encara o Botafogo, que está focado na Copa do Brasil e deve poupar o time, no Moisés Lucarelli. Enquanto isso, a Chapecoense, que abre a área perigosa, pega o Palmeiras fora e no meio de semana faz jogo adiado contra o Corinthians em casa.

Apesar das dificuldades para ocorrerem tantas combinações negativas para o Vasco, é melhor não dar sopa para o azar. Por isso, é crucial para as pretensões do Gigante da Colina voltar com os três pontos de Salvador, respirar na tabela e voltar a vislumbrar o G6.

Para isso, Gilberto pede que a equipe jogue com inteligência. O lateral-direito diz que o grupo sabe dos riscos, mas prefere olhar a situação com otimismo e lembra que o Vasco também está perto da zona de classificação para a Libertadores.

"A gente sabe que é uma equipe que está perto da gente, então temos que jogar com inteligência, mas sabendo que o Vasco sempre entra em campo buscando os três pontos. A gente sabe do risco, porque estamos só a três pontos da zona de rebaixamento, mas também está a quatro da Libertadores, que é o nosso foco principal. Então, a gente tem que jogar tranquilo, mas sempre disposto a vencer".

Logo depois da partida contra o time baiano, o Cruz-Maltino tem pela frente o Fluminense. Logo, uma derrota em Salvador pode aumentar ainda mais a pressão para o clássico.

Esporte