PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após erro grave contra o Barça, próxima Copa do Rei terá árbitro de vídeo

Ferramenta foi usada no Mundial de Clubes, mas causou polêmica - Kim Kyung-Hoon/Reuters
Ferramenta foi usada no Mundial de Clubes, mas causou polêmica Imagem: Kim Kyung-Hoon/Reuters

31/01/2017 11h32

Assunto mais comentado no futebol espanhol no último fim de semana, a arbitragem pode sofrer um forte impacto no país. Nesta terça-feira, o jornal "Mundo Deportivo" traz que a federação local irá adotar o sistema de arbitragem com vídeo (VAR) na Copa do Rei da próxima temporada.

O que teria culminado na decisão foi o erro crasso do juiz José Alejandro Hernández, que esteve à frente do apito no empate entre Betis e Barcelona. Na ocasião, o árbitro não validou um gol do Barça onde a bola entrou bastante - o que foi ignorado.

O diário catalão traz ainda uma versão da comissão de arbitragem da Espanha, afirmando que passará a utilizar o recurso, que foi testado no último Mundial de Clubes, em dezembro. Ele custaria 4 milhões de euros (R$ 13,4 milhões) aos cofres das autoridades.

O "Mundo Deportivo", contudo, traz que a decisão já havia sido tomada antes mesmo da polêmica no estádio Benito Villamarín, mas surpreendentemente não foi divulgada pelas partes responsáveis.

Outro jornal esportivo da Catalunha, o "Sport" também trata como escândalo o erro de José Alejandro Hernández. É dito que Pierluigi Collina, atual presidente da Comissão de Arbitragem da Fifa, entrou em contato com o presidente da federação espanhola, Ángel María Villar, para cobrar providências acerca de erros no apito.

Ainda segundo o "Sport", Hernández não deve ser punido, apesar de "não ter chamado a responsabilidade para validar o gol". O auxiliar, Teodoro Sobrino, por sua vez, será afastado por alguns jogos.

Esporte