PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Santos segura o Athletico, vence a segunda seguida e respira no Brasileirão

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

30/10/2021 18h53

Classificação e Jogos

Uma situação inédita permitiu que o Santos começasse a respirar no Brasileirão. Em plena Arena da Baixada, o time de Fábio Carille conseguiu pela primeira vez na atual edição do torneio duas vitórias consecutivas. Depois de bater o Fluminense no meio de semana, o Santos segurou o Athletico e deixou o estádio do rival com os três pontos na bagagem graças ao gol de Madson: 1 a 0.

O resultado não apenas afasta o Santos da zona de rebaixamento como o faz ultrapassar o próprio Athletico. A equipe de Fábio Carille assumiu provisoriamente a 11ª colocação, com 35 pontos. Já o time paranaense agora é o 13º, com 34. O Juventude, primeira equipe na zona de rebaixamento, tem 29 pontos, mas ainda joga na rodada.

O Santos agora se prepara para o clássico contra o Palmeiras. O duelo está marcado para o próximo domingo (7), às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro. Já o Athletico recebe o Flamengo na próxima terça-feira (2), em jogo atrasado da quarta rodada do Brasileirão.

Melhor: João Paulo

O goleiro santista teve uma contribuição imensa para a vitória santista. Além da ótima defesa na cabeça de Pedro Rocha no primeiro tempo, João Paulo ainda fez outras duas boas defesas na segunda etapa que impediram o empate paranaense.

Pior: Ângelo

Escalado no lugar de Marinho, que cumpriu suspensão, o jovem Ângelo encontrou muita dificuldade para superar a defesa do Athletico. Foram raras as jogadas que chegaram ao seu pé e tiveram alguma sequência. Em um lance, ele tentou um toque de letra para Diego Tardelli, que não estava no local que ele imaginava. O veterano ficou incomodado com a jogada.

Atuação do Athletico

O Athletico teve a bola durante toda a partida, mas isso nem sempre significa um domínio. No primeiro tempo, a equipe de Alberto Valentim apostou muito nas jogadas pela direita, com os cruzamentos feitos por Marcinho e José Ivaldo. Foi assim que surgiu a melhor chance do primeiro tempo, quando José Ivaldo cruzou e Pedro Rocha cabeceou para uma grande defesa de João Paulo.

Com o gol sofrido logo no início do segundo tempo, o Athletico se lançou mais ao ataque. As chances seguiram saindo pelas laterais, mas os jogadores abusaram dos erros. O principal deles surgiu logo depois do gol santista. Christian cruzou rasteiro e Terans, com o gol vazio, mandou por cima. Na parte final do jogo, Renato Kayzer ainda acertou uma cabeçada no travessão de João Paulo.

Atuação do Santos

O Santos teve uma atuação apagada no primeiro tempo. A equipe tinha dificuldades para sair do baixo e acabava apostando nos chutões, o que incomodava o técnico Fábio Carille. Quem mais tentava mudar a situação era Diego Tardelli. O atacante se movimentava a todo instante, buscando a bola nas laterais e avançando para infiltrar entre os zagueiros do Athletico.

O gol rápido de Madson aos 2 minutos do segundo tempo foi um ponto fora da curva do que o Santos produziu durante toda a partida. Assim como antes do gol, a equipe de Carille voltou a deixar a bola com o Athletico e passou a se defender para evitar o empate. As chances claras perdidas pelo time paranaense evitaram que os três pontos escapassem das mãos dos paulistas.

Santos ganha uma lista de preocupações

Apesar da vitória, o Santos deixou a Arena da Baixada com algumas preocupações médicas. O zagueiro Emiliano Velázquez foi substituído com dores no adutor da coxa, de acordo com a transmissão da "TNT Sports". No segundo tempo, Ângelo e Felipe Jonatan foram substituídos com dores e iniciaram tratamento com gelo ainda no banco de reservas.

250 vezes Santos

Santos, goleiro do Athletico - Divulgação/Athletico - Divulgação/Athletico
Imagem: Divulgação/Athletico

Titular absoluto desde a saída de Weverton para o Palmeiras, o goleiro Santos alcançou a marca de 250 jogos com a camisa do Athletico ao atuar hoje na Arena da Baixada. Ele é o segundo jogador da posição com mais partidas pelo clube paranaense, atrás do próprio Weverton (318) e Caju (620).

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO 0 X 1 SANTOS

Motivo: 29ª rodada do Brasileirão
Data e hora: 30 de outubro de 2021, às 17h (de Brasília)
Local: Arena da Baixada (PR)
Público: 7.196 pessoas
Renda: 221.080.00
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi e José Eduardo Calza (ambos RS)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Gols: Madson (2'/2ºT)
Cartões amarelos: José Ivaldo, para o Athletico; João Paulo e Vinicius Balieiro, para o Santos
Cartões vermelhos: -

ATHLETICO: Santos; José Ivaldo, Thiago Heleno, Nico (Nikão); Marcinho (Khellven), Erick (Léo Cittadini), Christian, Abner; David Terans, Kayzer e Pedro Rocha (Bissoli). Técnico: Alberto Valentim

SANTOS: João Paulo; Robson Reis, Danilo Boza, Velázquez (Wagner); Madson, Balieiro, Felipe Jonatan (Carlos Sánchez), Marcos Guilherme (Pará), Ângelo (Raniel), Lucas Braga; Diego Tardelli (Moraes). Técnico: Fábio Carille