PUBLICIDADE
Topo

Francês - 2021/2022

Rennes joga melhor, bate PSG e impõe primeira derrota do trio MNM

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/10/2021 09h52

Classificação e Jogos

O Rennes fez um ótimo jogo e impôs a primeira derrota do PSG com o trio Neymar, Messi e Mbappé atuando juntos. A equipe da casa bateu o time de Pochettino pelo placar de 2 a 0, gols de Laborde e Tait, em jogo da 9ª rodada do Campeonato Francês.

O PSG entrou em campo com o trio MNM e Di Maria nos 11 iniciais e até fez um bom primeiro tempo, com chances de abrir o placar. O Rennes, por sua vez, demonstrou muito equilibrio e maturidade, criando a vantagem no último lance do primeiro tempo e no primeiro do segundo tempo.

A derrota expôs um PSG ainda com uma certa dificuldade dentro de campo. A defesa concedeu muitos espaços, enquanto o ataque vem pecando na hora da finalização. O time parisiense volta a campo apenas no próximo dia 15, depois da data-Fifa, para receber o Angers em novo jogo do Francês.

PSG cria chances

Messi e Neymar em ação durante partida do PSG contra o Rennes pelo Campeonato Francês - REUTERS/Stephane Mahe - REUTERS/Stephane Mahe
Melhores chances do PSG foram em cobranças de falta de Messi: uma no travessão, outra passando perto
Imagem: REUTERS/Stephane Mahe

Jogando com Mbappé, Neymar e Messi, o PSG começou lento mas, na metade do primeiro tempo, tornou-se intenso e criativo. Jogando com muita velocidade, principalmente com Mbappé pela esquerda e, principalmente, muita qualidade no passe graças a Messi, o time criou diversas chances de abrir o placar. A conclusão foi o grande problema da equipe de Pochettino, que pecou na hora de fazer o gol, seja com finalizações erradas, seja com escolhas equivocadas no momento final.

Messi conduziu bem o meio de campo, fazendo o jogo fluir dos dois lados do campo e dando muita intensidade na parte ofensiva. O argentino quase abriu o placar com uma bela cobrança de falta aos 30 minutos da primeira etapa mas, mais uma vez, parou na trave.

Rennes é perigoso, se segura e sai em vantagem

Apesar do domínio do PSG durante quase todo o primeiro tempo, foi o Rennes quem começou melhor. Marcando pressão e com muita velocidade pelas pontas, o time da casa deu dor de cabeça para os visitantes nos primeiros minutos.

O PSG conseguiu se encontrar e o Rennes passou a se defender bem, contendo o grande volume de jogo do adversário e contando com a sorte em alguns momentos. O time também não abdicou de contra-atacar quando era possível.

O primeiro tempo organizado e competitivo do Rennes foi coroado com um gol no último lance do primeiro tempo: Kamaldeen encontrou Laborde na área, que concluiu e abriu o placar para o time da casa.

Rennes amplia na saída de bola

O que já era bom pro Rennes ficou ainda melhor logo no primeiro minuto da etapa complementar. Com muito espaço pelo lado direito, a equipe da casa não teve dificuldades em chegar ao ataque após algumas trocas de passes. Laborde chegou ao ataque e tocou para trás, encontrando Tait que, sozinho, finalizou para o gol. 2 a 0 Rennes.

Neymar faz jogo ruim e é substituído

Dentre os jogadores de ataque do PSG, Neymar foi o que mais esteve abaixo nessa manhã. Pouco incisivo e, em alguns lances, parecendo fora de sintonia, o brasileiro perdeu bastante a bola e não conseguiu fazer a diferença em campo. Acabou substituído por Icardi aos 30 minutos da segunda etapa.