PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Com um a menos, Cuiabá arranca empate do Ceará no fim pelo Brasileirão

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/07/2021 20h11

Classificação e Jogos

Com um jogador a menos e gol no fim, o Cuiabá arrancou um empate emocionante por 2 a 2 com o Ceará na noite de hoje (11), na Arena Pantanal, em Cuiabá-MT, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Elton, Rick, Jael e Jenison balançaram as redes na partida.

Com o resultado, o Vozão mantém a série de sete jogos sem perder na competição e, com 15 pontos, fica na 11ª posição. Já o Cuiabá ainda não venceu e está com 6 pontos, na 18ª colocação.

Na próxima rodada, o Ceará recebe o Athletico Paranaense no Castelão, às 17h do sábado (17). Já o Cuiabá joga no domingo (18), às 11h, diante da Chapecoense, na Arena Condá.

Cuiabá sai na frente, Ceará vira e leva empate no fim

O Ceará começou melhor, finalizando três vezes com perigo nos primeiros 20 minutos. Mas o Cuiabá reagiu e, aos 25, abriu o placar com Elton, de cabeça. O Vozão já pressionava quando Pepê foi expulso, aos 39 minutos do primeiro tempo, obrigando a equipe de Jorginho a se fechar e recuar ainda mais.

No segundo tempo, a pressão cearense continuou, e o empate veio com Rick, que finalizou rasteiro para marcar na saída de João Carlos. Nove minutos depois, após cruzamento pela esquerda, o cabeceio de Jael colocou os visitantes na frente. Aos 48, o balde de água fria para o Ceará: Jenison se aproveitou de chute de Rafael Gava e empatou para o Dourado.

Lima, o garçom do Vozão

Perdendo por 1 a 0 e com um jogador a mais, Guto Ferreira levou uma equipe mais ofensiva para o segundo tempo. Entre as mudanças, a entrada de Lima fez a diferença. Dos pés do meia vieram as duas assistências para a virada do Vozão.

Primeiro, aos 11, com bom passe para a finalização de Rick. Depois, aos 20, em cruzamento preciso para Jael desviar de cabeça.

João Carlos fecha o gol

Substituindo Walter, que sentiu desconforto na coxa, o goleiro João Carlos foi um dos grandes nomes da partida. No primeiro tempo, fez boas defesas em chutes de Fernando Sobral e Jorginho, duas vezes. Na etapa final, voltou a ser exigido em cabeceio de Jael e defendeu em mais um lance difícil. As boas intervenções, porém, não impediram os dois gols do Vozão.

Lei do Ex na Arena Pantanal

Aos 25 minutos do primeiro tempo, Elton, do Cuiabá, apareceu na primeira trave para completar de cabeça e abrir o placar contra o Ceará, sua ex-equipe, pela qual jogou entre 2017 e 2018 e conquistou um título estadual. O centroavante se isolou como artilheiro do Dourado no ano, com nove gols.

Na segunda etapa, Jael também marcou de cabeça para virar pelo Ceará. O atacante, que atuou pela equipe sub-20 do Cuiabá, comemorou de forma tímida contra seu ex-time.

Expulsão de Pepê gera revolta de Jorginho

A expulsão de Pepê no primeiro tempo, após dois cartões amarelos, gerou revolta e muitas reclamações por parte da comissão técnica do Cuiabá, sobretudo de Jorginho. Depois da punição ao meia, o treinador reclamou da arbitragem de Edina Alves ao longo de todo o jogo.

No primeiro lance, aos 34 minutos de jogo, Pepê levou o cartão amarelo por reclamação. No segundo, parou um ataque do Ceará com um puxão de camisa.

Cuiabá continua sem vencer

O empate com o Ceará mantém a sequência sem vitórias do Cuiabá neste Brasileirão. Até o momento, o Dourado tem seis empates e três derrotas em nove jogos na competição.

FICHA TÉCNICA
CUIABÁ 2x2 CEARÁ

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá-MT
Hora: 18h15 (horário de Brasília)
Árbitro: Edina Alves Batista (SP)
Auxiliares: Neuza Ines Back (SP) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF)
Cartões amarelos: Pepê (Cuiabá), duas vezes; Jorginho (Ceará) e Jael (Ceará)
Cartões vermelhos: Pepê (Cuiabá)
Gols: Elton (Cuiabá), aos 25 do 1º tempo; Rick (Ceará), aos 11 do 2º tempo, Jael (Ceará), aos 20 do 2º tempo, e Jenison (Cuiabá), aos 48 do 2º tempo

Cuiabá: João Carlos; João Lucas, Marllon, Paulão e Uendel (Lucas Hernández); Uillian Correia (Rafael Gava), Pepê, Felipe Marques (Auremir) e Clayson; Danilo Gomes (Guilherme Pato) e Elton (Jenison). Técnico: Jorginho

Ceará: Richard; Buiú, Messias, Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco; Fernando Sobral, Marlon (Vina) e Jorginho (Lima); Mendoza, Rick (Yoni González) e Jael (Pedro Naressi). Técnico: Guto Ferreira.