PUBLICIDADE
Topo

Bayern aproveita falhas, bate o Leverkusen e conquista a Copa da Alemanha

Alaba comemora gol do Bayern de Munique sobre o Leverkusen - Robert Michael / POOL / AFP
Alaba comemora gol do Bayern de Munique sobre o Leverkusen Imagem: Robert Michael / POOL / AFP

Do UOL, em São Paulo

04/07/2020 16h56

Classificação e Jogos

O Bayern de Munique segue implacável e conquistou o segundo título desde que o futebol alemão voltou após a pausa devido à pandemia de covid-19. Com uma atuação sólida hoje, o gigante bávaro derrotou o Bayer Leverkusen por 4 a 2 e conquistou a Copa da Alemanha. David Alaba, Serge Gnabry e Robert Lewandowski (duas vezes) fizeram os gols do Bayern. Sven Bender e Kai Havertz descontaram.

É a 20ª vez que o Bayern, que também foi campeão do Campeonato Alemão, leva a copa. Enquanto isso, o Leverkusen segue com o jejum no torneio, que dura desde 1993.

Agora, o clube bávaro volta as atenções para a disputa da Liga dos Campeões da Europa, que tem retorno previsto para agosto agosto.

Pouco equilíbrio

As chances de um fim de jejum para o Leverkusen começaram a ser destruídas aos 16 minutos do primeiro tempo. Alaba cobrou falta no ângulo e abriu o placar.

Aos 24, Gnabry recebeu passe de Kimmich e bateu cruzado, sem chances para o goleiro Hradecky, e fez o segundo do Bayern.

O Leverkusen melhorou no começo da etapa final e passou a ter mais volume de jogo. A principal chance para diminuir veio aos 11 minutos. Diaby disparou pela direita e cruzou para o meio da área. Sozinho, Volland furou e perdeu a oportunidade.

Dois minutos depois, Lewandowski chutou de longe, o goleiro Hradecky falhou feio, e o Bayern ampliou.

Aos 18, o Leverkusen finalmente descontou. Após cobrança de escanteio no segundo pau, Sven Bender antecipou a marcação e cabeceou firme, sem chances para Neuer.

Já nos minutos finais, Lewandowski recebeu cruzamento rasteiro dentro da área, deu apenas uma cavadinha e anotou o quarto. Praticamente no último lance, Davies desviou um cruzamento com a mão, e o juiz contou com a ajuda do VAR para marcar o pênalti. Kai Havertz bateu com categoria e fez o segundo do Leverkusen.