Topo

Ricardo Oliveira é vaiado, mas mantém respaldo no Atlético-MG: "É líder"

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

13/05/2019 04h00

Ricardo Oliveira vive um momento inédito no Atlético-MG. Mesmo com 13 gols feitos na temporada, o centroavante foi vaiado por parte da torcida que foi ao Mineirão assistir à derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, ontem, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Ao deixar o gramado, o camisa 9 foi bastante criticado pelo público que compareceu ao estádio, como mostra o vídeo abaixo. A comissão técnica, no entanto, saiu em defesa do jogador de 38 anos.

"Primeiramente, o Ricardo não tem adjetivos para falar dele, tão bom como jogador e como líder, um líder positivo. A minha opção foi em um momento em que ele levou a pancada. Independente de qualquer coisa, é o Ricardo Oliveira, tem a história dele. Eu tirei mais para preservar", explicou o interino Rodrigo Santana.

As críticas ao atacante vêm no mesmo momento em que Alerrandro recebe elogios da torcida. Na contramão do veterano, o jovem revelado pelas divisões de base recebeu aplausos da torcida que estava no Mineirão.

"O Alerrandro vem em um momento bom, mas tem que crescer muito ainda. Terá o momento dele. No momento, o Ricardo é o soberano na posição", comentou.

Ricardo Oliveira marcou 13 gols pelo Atlético e ainda se responsabilizou por três passes para gols de colegas de elenco. Alerrandro, por outro lado, balançou as redes adversárias em dez oportunidades.