Topo

Esporte


Deivid encara rejeição no Flamengo por ligação com Zico e sequência de gols perdidos

Deivid se desespera após perder gol incrível na partida da última quarta, contra o Vasco - André Portugal/ VIPCOMM
Deivid se desespera após perder gol incrível na partida da última quarta, contra o Vasco Imagem: André Portugal/ VIPCOMM

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/02/2012 06h10

O lance incrível protagonizado na partida da última quarta-feira não é o único problema que vem tirando o sono de Deivid no Flamengo. Além da sequência de gols perdidos pelo time, o atacante encara uma grande rejeição dentro do clube por conta da ligação com Zico, responsável por sua contratação quando ainda era diretor de futebol do rubro-negro, em 2010.


Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, a estreita relação com o maior ídolo da história do time da Gávea é a grande causa da falta de pagamento ao jogador, que acionou o clube na Justiça por não receber seus direitos de imagem há quase dois anos. Ainda que ambas as partes não confirmem, a dívida de mais de R$ 6 milhões é fruto da péssima relação do vice de finanças rubro-negro, Michel Levy, com Zico e acaba gerando certa resistência ao atacante nos bastidores da Gávea.

ASSISTA AO LANCE INCRÍVEL NO CLÁSSICO

Internamente, é comum ver o dirigente, que não aceita o alto valor do salário do jogador, argumentando com os seus pares políticos que Deivid deveria cobrar a dívida de Zico, já que foi ele quem o contratou. Mesmo sem comentar abertamente, a situação incomoda o atacante. Ainda que não fuja de nenhum questionamento, o camisa 9 evita o assunto sempre que possível.

A ligação do jogador com Zico é antiga. Ambos se conheceram melhor em 2006, quando o Galinho assumiu o comando técnico do Fenerbahçe e Deivid, então estrela do time da Turquia, tornou-se seu homem de confiança. Os dois trabalharam juntos até 2008, ano da histórica campanha do time na Liga dos Campeões da Europa, e se tornaram grandes amigos.

Enquanto consegue amenizar a resistência interna causada por problemas fora de campo, Deivid não escapa da rejeição quase que total nas arquibancadas. Apesar dos 26 gols assinalados em pouco mais de um ano pelo rubro-negro, o jogador tem sido marcado pelos chances claras de gol que desperdiça, como no jogo da última quarta-feira.

Ainda assim, mesmo com todos os problemas com diretoria e torcida, o jogador é uma unanimidade entre os companheiros dentro de campo. Reconhecido pelo esforço e até mesmo por suas qualidades técnicas, o atacante é sempre "protegido" pelos outros atletas do elenco, que sempre citam o caso de Deivid para reclamar da impaciência dos rubro-negros com o time. "A torcida parece ter memória curta. Temos que lembrar tudo de bom que ele já fez por nós. Erros acontecem e são normais dentro do futebol", defendeu o meia Renato Abreu.

Esporte