PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


UOL de Primeira

Grêmio e Inter se incomodam com ausência de VAR na volta do Gaúcho

Ricardo Duarte / Internacional
Imagem: Ricardo Duarte / Internacional
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em Porto Alegre

16/07/2020 04h00

Grêmio e Internacional se dispuseram a bancar os custos do árbitro de vídeo no Gre-Nal 425, que marca a volta do Gauchão, mas não conseguiram. A FGF (Federação Gaúcha de Futebol) informou que não vai disponibilizar o VAR para manter número reduzido de pessoas no estádio.

A decisão incomodou dirigentes gremistas e colorados, que há tempos pagam pelo recurso em clássicos do Campeonato Gaúcho. O duelo marcado para quarta-feira ainda é pela fase de classificação do segundo turno. (Por Jeremias Wernek)

Renato deve conversar com André sobre futuro e possível saída

Renato Gaúcho deve se reunir com André nos próximos dias para tratar sobre o futuro do atacante. Fora da lista de inscritos no Campeonato Gaúcho e Copa Libertadores, o jogador recebeu sondagens durante a quarentena e segue em Porto Alegre. A ideia é definir com o jogador sobre possível transferência antes do início do Brasileirão. Se as ofertas não agradarem ao atleta, existe a chance de ele ser reaproveitado. (Por Jeremias Wernek)

Flu retribui gesto espontaneamente e fica em festa do título do Fla

Quando o Fluminense venceu o Fla (nos pênaltis) e levantou a Taça Rio, o vice de futebol Marcos Braz impediu que os rubro-negros fossem ao vestiário antes dos tricolores serem premiados, ordem também dada pelo técnico Jorge Jesus. Ontem, foi a vez do time do Flu permanecer no gramado e ver a festa do título rubro-negro. A atitude, no entanto, ocorreu de forma espontânea. Dentro do campo, os jogadores aplaudiram os vencedores e se retiraram depois da entrega do troféu. (Por Caio Blois e Leo Burlá)

Preleção rubro-negra teve apelo de Jesus por última taça do ano

Horas antes de o Flamengo entrar em campo para encarar o Fluminense, o técnico Jorge Jesus deu a preleção aos jogadores no vestiário do Maracanã. O português injetou ânimo no grupo ao lembrar que o Carioca seria a última taça possível a ser levantada, já que a pandemia empurrou o fim das outras competições para 2021. O vice de futebol Marcos Braz e o lateral Rafinha adotaram o mesmo discurso e pediram que o time entrasse com a faca nos dentes. Com a conquista, o Rubro-negro soma três de três troféus disputados em 2020. (Por Leo Burlá)

Santos monitora futuro de Yuri Alberto e deve pedir indenização por atleta

O atacante Yuri Alberto comunicou ontem que não fica no Santos após o término de seu contrato, válido até o fim deste mês. O Peixe protocolou a proposta de renovação junto à Federação Paulista de Futebol (FPF) e pode processar o futuro clube, se apoiando no artigo 29 da Lei Pelé, que prevê que o Santos, como formador, tem direito a cobrir ofertas pela primeira renovação do atleta. O caso é semelhante, apesar de mais simples, ao de Robson Bambu, no qual o Peixe venceu o Athletico-PR nos tribunais. Recentemente, além do valor a receber pelo zagueiro, o Departamento Jurídico santista ainda conseguiu um acordo de 1 milhão de euros com o Ajax (HOL) pelo jovem meia Giovanni, que também deixou o clube em litígio. (Por Eder Traskini)

Atlético-MG vetou entrega de balanço analítico a Conselho Fiscal

O Atlético-MG vetou a entrega do balanço contábil analítico aos membros do Conselho Fiscal. A diretoria executiva, liderada por Sérgio Sette Câmara, exigiu que o grupo, composto por cinco membros, fosse à sede administrativa do clube e anotasse as eventuais perguntas sobre as contas do clube em 2019. Os responsáveis por fiscalizar os números foram ao local em duas oportunidades para averiguar os números. A justificativa da diretoria para o Conselho Fiscal é que havia o receio de vazamento de números considerados sigilosos. O clube usou o ocorrido com o balanço financeiro anterior como desculpa. (Por Thiago Fernandes)

UOL de Primeira