PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Paquetá vira xodó de Rueda e deixa Vizeu em 2º plano por vaga de Guerrero

Paquetá tem a preferência de Reinaldo Rueda para substituir Guerrero no Flamengo - Luciano Belford/AGIF
Paquetá tem a preferência de Reinaldo Rueda para substituir Guerrero no Flamengo Imagem: Luciano Belford/AGIF

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

21/10/2017 04h00

Reinaldo Rueda está há pouco mais de dois meses no Flamengo. O colombiano, aos poucos, implanta a filosofia no Rubro-negro e também mostra a preferência por alguns jogadores. Um deles é Lucas Paquetá, que ganhou espaço com o comandante e se transformou na opção predileta para as ausências de Paolo Guerrero.

Meia de origem, o jovem tem sido trabalhado para atuar na posição de centroavante. Com Rueda, inclusive, já chegou a jogar até como volante em momentos do último clássico contra o Fluminense. A característica, independentemente do setor, é a de sempre: muita disposição e briga por todas as bolas.

Felipe Vizeu  - Luciano Belford/AGIF - Luciano Belford/AGIF
Felipe Vizeu perdeu espaço no Flamengo com as boas atuações de Lucas Paquetá
Imagem: Luciano Belford/AGIF
Com a qualidade técnica e vontade aflorada, o jogador de 20 anos superou Felipe Vizeu sob o comando do colombiano. Ainda que o reserva direto da posição tenha se lesionado, a diferença no número de jogos e minutos em campo é marcante. Paquetá contabilizou 572 minutos em 11 partidas. Vizeu só jogou 182 minutos em quatro compromissos.

Com mais que o dobro de tempo do concorrente, Paquetá tem correspondido até mais do que se esperava no começo da temporada. Ele, inclusive, balançou as redes quatro vezes, o mesmo número de Felipe Vizeu desde o início do ano.

Não resta dúvida de que Reinaldo Rueda tem preferência pelo jogador. Os números desde que chegou, o desempenho de Paquetá e o fato de ser a opção constante mesmo após a recuperação de Vizeu mostram isso. O meia - agora também centroavante - tenta aproveitar as oportunidades da melhor forma possível, enquanto o atleta original da posição enfrenta problemas para se encontrar em 2017.

“O Lucas tem vocação ofensiva, vontade e faz muito bem os movimentos da posição. Ele tem qualidade técnica, é um jogador “fino”. É importante contar com um atleta assim no ataque. É sangria, agressividade, tudo junto”, afirmou Rueda, logo após chegar ao Flamengo.

De lá para cá, pelo que se vê, nada mudou. Na verdade, só melhorou para Lucas Paquetá, que chegou a ser visto como “carta fora do baralho” na Gávea.

Veja o que os rubro-negros falam sobre Paquetá e Vizeu no Twitter:

Esporte