PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Santos encara o Sport engasgado com Luxa e derrota na Vila Belmiro

Vanderlei Luxemburgo comandou Sport na vitória por 1 a 0 no primeiro turno - RICARDO MOREIRA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Vanderlei Luxemburgo comandou Sport na vitória por 1 a 0 no primeiro turno Imagem: RICARDO MOREIRA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

19/10/2017 04h00

O Santos espera utilizar uma motivação extra para derrotar o Sport, nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), na Ilha do Retiro, em Recife, em jogo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além da permanência na briga pelo título nacional, o elenco santista está engasgado com o rival e motivado por dois motivos: a derrota na Vila Belmiro para os pernambucanos no primeiro turno e uma rixa de alguns jogadores do elenco com o técnico Vanderlei Luxemburgo.

O UOL Esporte apurou que alguns atletas, principalmente os mais experientes do elenco, carregam mágoas na carreira com o atual comandante do Sport. Por conta disso, o grupo chegou a se reunir com a diretoria para pedir que o treinador não fosse contratado para o lugar de Dorival Júnior, demitido no primeiro semestre deste ano.

Os atletas ficaram preocupados devido ao nome de Vanderlei Luxemburgo ter sido especulado na imprensa como uma das opções para o cargo e, por isso, solicitaram uma reunião com a cúpula santista. 

O alívio veio quando foram informados que o técnico campeão brasileiro pelo Santos em 2004 não voltaria a comandar o time, pelo menos nesta temporada. Na reunião, a diretoria santista ainda avisou que já havia acertado com Levir Culpi e que só faltava definir se o treinador receberia por CLT (Consolidações das Leis Trabalhistas) ou PJ (Pessoa Jurídica). No dia seguinte, o atual treinador foi anunciado oficialmente.

Vanderlei Luxemburgo, aliás, já comandava o Sport quando o time pernambucano conquistou a primeira vitória de sua história na Vila Belmiro. O resultado de 1 a 0, gol de Osvaldo, em junho deste ano, derrubou a invencibilidade de Levir Culpi na época e evitou que o Santos encostasse no líder Corinthians. Caso vencesse o Sport, naquele momento, a equipe santista ficaria a quatro pontos do rival.

Desfalques e suspense em polêmica

O técnico Levir Culpi não contará mais uma vez com o atacante Bruno Henrique, que sofre de desconforto muscular. O artilheiro do time na temporada já fez muita falta no empate contra o Vitória por 2 a 2, na última segunda-feira, no Pacaembu, e deve ser desfalque sentido de novo nesta quinta.

Além dele, o treinador não contará com Alison, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e Renato e Victor Ferraz, que seguem fora por conta de lesões: entorse no tornozelo e lombalgia, respectivamente.

Se não bastasse, a diretoria estuda punir o lateral Zeca e o atacante Kayke por conta de episódios de indisciplina. O primeiro se envolveu em uma polêmica com a torcida, cobrando os torcedores com gestos após fazer o cruzamento para o gol de Jean Mota no duelo contra o Vitória, no Pacaembu. Além disso, o lateral fez uma publicação polêmica nas redes sociais mostrando o "dedo do meio", respondendo a reclamações, e depois apagou rapidamente. Diferentemente dos últimos jogos, Levir Culpi levou mais dois laterais-esquerdos para Recife: Caju e Orinho.

Kayke, por sua vez, reclamou de premiações do elenco com o superintendente Dagoberto Santos, fato que desagradou aos dirigentes do clube. Apesar da polêmica, a punição ainda não está definida. Há dirigentes no clube que não concordam internamente, pois acreditam que o time será punido em momento decisivo do Brasileiro.

Ficha Técnica
Sport x Santos

Data e horário: quinta-feira, às 21h (de Brasília)
Local: Ilha do Retiro, em Recife
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e José Ricardo Guimarães Coimbra (PA)

Sport
Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Henríquez e Sander; Rithely, Patrick, Wesley, Diego Souza e Osvaldo; André.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Santos
Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca (Orinho ou Caju); Matheus Jesus, Vecchio (Serginho) e Lucas Lima; Jean Mota, Copete e Ricardo Oliveira.
Técnico: Levir Culpi.

Esporte