Topo

Esporte


Indisciplina em casa vira adversário extra na reta final do Inter

Expulsão de E. Henrique (foto) confirmou alto número de cartões do Inter no Beira-Rio - Ricardo Duarte/Inter
Expulsão de E. Henrique (foto) confirmou alto número de cartões do Inter no Beira-Rio Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

16/11/2016 06h00

A obrigação de vencer e o histórico recente produzem um adversário a mais para o Internacional na reta final do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho é o mais indisciplinado na condição de mandante e no último jogo no estádio Beira-Rio, pagou o preço por isso. A expulsão de Eduardo Henrique diante do Santa Cruz mudou o jogo e afetou a luta contra o fantasma do rebaixamento.

Com um homem a menos, o Inter tomou o empate e marcou passo. O 1 a 1 ajudou a derrubar o time para a zona de rebaixamento na rodada seguinte. E criou ainda mais pressão.

E não é só o empate diante do então lanterna do Brasileirão que deve preocupar. Tem mais.

O Internacional é o time que mais recebeu cartões como mandante: dois vermelhos e 50 amarelos. O Coritiba, segundo neste ranking, vem bem atrás: quatro vermelhos e 38 amarelos. No acumulado, jogos em casa e fora, o Colorado aparece como terceiro mais indisciplinado.

Para não ultrapassar a linha tênue entre vontade e afobação, o Inter programou nova palestra motivacional com dinâmica de grupo. Organizou diálogo com jogadores importantes do elenco. Mas aumentou o tom no que diz respeito ao peso do jogo contra a Ponte Preta.

Pelos cálculos do Inter, o time é obrigado a vencer na quinta-feira e também o confronto diante do Cruzeiro. Além disso, terá de buscar pelo menos um ponto fora de casa – contra Corinthians e Fluminense. O cenário considerado ideal é de três vitórias seguidas.

Assim, o clube chega à última rodada do Brasileirão, contra o Flu, sem tanta dependência de resultados paralelos. Mas para a projeção se confirmar, será preciso controlar o ímpeto e fugir da regra da indisciplina. Além, claro, de vencer e torcer contra o Vitória.

O time treinado por Argel Fucks tem 39 pontos, um a mais que o Inter. Na reta final, o Vitória encara Santos, Figueirense, Coritiba e Palmeiras.

Esporte