PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Mazepin se desculpa após vídeo em que assedia mulher; Haas condena ato

Piloto russo de 21 anos prometeu "aprender" e melhorar o seu comportamento - Divulgação/Haas
Piloto russo de 21 anos prometeu "aprender" e melhorar o seu comportamento Imagem: Divulgação/Haas

Do UOL, em São Paulo

09/12/2020 09h44Atualizada em 09/12/2020 16h08

O piloto Nikita Mazepin, que deve fazer sua estreia na Fórmula 1 no ano que vem pela Haas, usou o Twitter para pedir desculpas por ter assediado uma mulher.

Ele havia publicado um vídeo em seus stories do Instagram apalpando os seios de uma modelo que é sua amiga dentro de um carro. Ela, ao afastar a mão do russo, mostra o dedo do meio - o conteúdo foi apagado pouco tempo depois de ser divulgado.

"Gostaria de pedir desculpas por minhas ações recentes, tanto em termos de meu próprio comportamento inadequado quanto pelo fato de isso ter sido postado nas redes sociais", iniciou o piloto de 21 anos.

"Lamento a ofensa e o constrangimento que causei à Haas F1 Team. Tenho que manter um padrão mais alto como piloto de Fórmula 1 e reconheço que decepcionei a mim mesmo e a muitas pessoas. Eu prometo que vou aprender com isso", prosseguiu Mazepin.

A Haas também se manifestou nas redes sociais, afirmando que "não tolera o comportamento" do piloto no vídeo.

A equipe, no entanto, não divulgou decisões tomadas em relação à polêmica. "O assunto está sendo tratado internamente e nenhum comentário adicional deverá ser feito neste momento."

O jovem já havia ganhado as manchetes no último fim de semana, quando recebeu duas penalidades durante uma prova da Fórmula 2.

Revolta na web

Desde as primeiras horas do dia, fãs de Fórmula 1 se revoltaram com o ocorrido e manifestaram repúdio ao piloto russo - e críticas ao comunicado da Haas.

O nome da escuderia, aliás, está entre os assuntos mais comentados do Twitter na manhã de hoje.

Veja algumas reações:

Fórmula 1