PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Pietro Fittipaldi testará dois dias pela Haas na pré-temporada da Fórmula 1

Pietro Fittipaldi, novo piloto de testes da Haas - Luiza Oliveira/UOL
Pietro Fittipaldi, novo piloto de testes da Haas Imagem: Luiza Oliveira/UOL

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Londres (ING)

15/02/2019 09h33

A equipe Haas confirmou que Pietro Fittipaldi vai testar o carro da equipe na primeira bateria da pré-temporada da Fórmula 1, na semana que vem. O brasileiro, que é o piloto de desenvolvimento do time norte-americano, vai andar na quarta e quinta-feira.

Pietro já tinha adiantado ao UOL Esporte que muito provavelmente participaria dos testes, e afirmou ainda que a Haas abriu a possibilidade dele pilotar o carro em uma sessão de treinos livres durante a temporada. "Mas isso depende do trabalho que eu estiver fazendo e também da situação da equipe no campeonato. E, de qualquer maneira, aconteceria mais no final do ano", salientou.

Essa não será a primeira experiência de Pietro em um carro de Fórmula 1, uma vez que ele andou nos testes da fornecedora de pneus Pirelli, realizados logo após o encerramento da temporada passada, no final de novembro.

De lá para cá, o piloto vem ajudando no desenvolvimento do carro por meio do trabalho no simulador. E é justamente para fazer a correlação mais precisa entre os dados do equipamento e da pista que a equipe decidiu escalar o brasileiro também para o teste de Barcelona, como explicou o chefe da equipe, Guenther Steiner.

"Ter Pietro no carro é um grande elemento para nosso trabalho de simulação. Sempre estamos tentando melhorar isso. Precisamos tê-lo no carro para validar se o programa de simulador está indo bem ou não. Isso é vital para que nosso programa se desenvolva", explicou.

A Haas, que ganhou novo patrocinador neste ano e, com isso, terá uma pintura totalmente nova, trocando o cinza, branco e vermelho pelo preto e dourado, anunciou que Romain Grosjean será o primeiro a testar o carro, dia 18. O trabalho de Fittipaldi começa no período da tarde do dia 20, e prossegue na manhã do dia seguinte.

As equipes da Fórmula 1 terão duas semanas de testes para se prepararem, com duas baterias de quatro dias cada, antes de seguirem para o início da temporada, na Austrália.

Durante a temporada Pietro segue focado no trabalho na Haas, uma vez que o time exige que ele esteja disponível nos 21 finais de semana da Fórmula 1, dificultando que ele dispute algum campeonato completo. Mesmo assim, ele quer se manter ativo. "Estou pensando em correr, mas vai ser difícil fazer um campeonato inteiro. E também quero que seja algo em que possa ser competitivo e ganhar corrida. Mas ainda não decidimos nada", disse o piloto.
 

Fórmula 1