PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

'No sacrifício', Ferrari libera Giovinazzi para correr na China pela Sauber

Apesar de permissão, italiano pode perder vaga caso Wehrlein volte ao time - AFP PHOTO / JOSE JORDAN
Apesar de permissão, italiano pode perder vaga caso Wehrlein volte ao time Imagem: AFP PHOTO / JOSE JORDAN

Do UOL, em São Paulo

31/03/2017 19h41

A Ferrari liberou seu piloto reserva, o italiano Antonio Giovinazzi, para disputar o Grande Prêmio da China pela Sauber. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pelo jornal Gazzetta dello Sport.

Giovinazzi disputa a primeira etapa da temporada 2017 da Fórmula 1, em Melbourne (Austrália), pela equipe suíça. Na ocasião, substituindo o alemão Pascal Wehrlein, foi o 12º colocado.

Segundo o diário italiano, a Ferrari estava relutante em liberar Giovinazzi, já que não poderá utilizá-lo nos testes de jovens pilotos caso o italiano dispute mais de uma corrida em 2017. Desta forma, deverá apostar em outro piloto para o evento, que deve acontecer no meio do ano.

Apesar da liberação da Ferrari, a participação de Giovinazzi no GP da China ainda é incerta. O alemão Pascal Wehrlein, titular da Sauber, depende de aval médico para competir – um acidente em janeiro tirou o competidor do GP da Austrália. Caso receba sinal verde, Wehrlein tira a vaga do italiano.

Fórmula 1