PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Chefe diz que carro da Ferrari é 'cavalo puro sangue' e explica dificuldade

Dan Istitene/Getty Images
Imagem: Dan Istitene/Getty Images

Do UOL, em Barcelona (ESP)

24/06/2016 08h41

Mesmo sem vencer após oito etapas disputadas na atual temporada da Fórmula 1, a Ferrari vem insistindo que o carro é melhor do que tem se mostrado até aqui. E o chefe do time, Maurizio Arrivabene, explicou o porquê: o SF-16H é como um cavalo puro sangue, difícil de controlar.

“Nosso carro de 2016 foi um grande passo adiante, a filha de um design completamente novo”, definiu o italiano ao Motorsport.com. “Mas também é um carro muito sensível e difícil de acertar, então por isso ainda temos muito a tirar dele.”

Arrivabene comparou o modelo a um cavalo: “É um puro sangue, difícil de acalmar, e ainda não chegamos lá com ele. Mas com pequenas coisas podemos extrair 100%.”

O potencial que o dirigente enxerga é tanto que, quando perguntado se uma repetição das três vitórias conquistadas ano passado seriam o suficiente para a Ferrari sair contente de 2016, Arrivabene disse que não.

“Sei do potencial que temos, e claro que eu sei o grande trabalho que está sendo feito pela Mercedes. Em algumas pistas a diferença vai começar a ficar menor, mas temos de aumentar nosso nível em termos de ambição e olhar mais adiante. Se eu dissesse que sim - que três vitórias seriam suficiente - não estaria representando o espírito que está no DNA da Ferrari.”

Após as oito etapas disputadas até aqui, a Ferrari soma 177 pontos. Nesse ponto do campeonato do ano passado, o time tinha 192 pontos e uma vitória.

Fórmula 1