PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Líder, Ricciardo se empolga com ritmo. E Mercedes já admite preocupação

Dan Istitene/Getty Images
Imagem: Dan Istitene/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Monte Carlo (MON)

26/05/2016 12h37

Depois de ficar mais de meio segundo à frente da Mercedes nos primeiros treinos livres para o GP de Mônaco, Daniel Ricciardo não esqueceu sua empolgação com o resultado - e Nico Rosberg deixou claro que a ameaça da Red Bull é real.

“Temos um carro bom aqui, então acho que tem a ver com o motor e o chassi”, avaliou Ricciardo, único piloto da Red Bull que corre com a versão atualizada da Renault neste final de semana. “Sempre digo que é melhor esperar até a classificação, mas estou feliz. Esta pista é definitivamente uma na qual dá para ganhar um pouco mais se você quiser forçar. Sempre gostei de pilotar aqui e me senti muito confortável com o equilíbiro do carro. E é importante ter confiança no carro aqui.”

Nico Rosberg, por sua vez, garantiu que a Mercedes não estava escondendo o jogo nesta quinta-feira. O alemão disse que, mesmo que ele e o companheiro Lewis Hamilton, terceiro e segundo nos treinos, respectivamente, usassem a configuração máxima do motor, não conseguiriam ser tão rápidos quanto Ricciardo.

“Talvez não os seis décimos mas mesmo se subíssemos a potência do motor, não conseguiríamos melhorar em seis décimos. Temos uma lição de casa para fazer, precisamos melhorar nossa performance.”

Já Sebastian Vettel não teve uma boa quinta-feira com a Ferrari. O piloto, que terminou na nona colocação e chegou a bater na segunda sessão de treinos, dissse que o time tentou um acerto que não funcionou. “Não foi um bom dia. É justo dizer que ficar só dentro do top 10 não é onde merecemos estar. Estamos aqui para lutar por vitórias.”

Como a sexta-feira é marcada pela realização de eventos extrapista em Monte Carlo, os carros só voltam ao circuito no sábado, para o terceiro treino livre, a partir das 6h pelo horário de Brasília. A classificação será às 9h e a largada está marcada para o mesmo horário, no domingo.

Fórmula 1