PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Hamilton reclama da falta de barulho dos motores da F-1 mesmo após mudança

Peter Park/AFP
Imagem: Peter Park/AFP

Do UOL, em São Paulo

23/03/2016 09h29

Uma das mudanças feitas para esta temporada da Fórmula 1 foi a adoção de uma segunda espécie de escapamento com o intuito de melhorar o som dos motores V6 turbo, uma das grandes reclamações dos fãs desde a introdução da novidade, em 2014.

A ideia foi separar o escapamento em si do wastegate, que serve para aliviar a pressão do turbo. Até o ano passado, o wastegate era ligado ao escapamento e havia apenas uma saída. Com o regulamento desde ano, é possível ter até três escapes distintos - um para o escapamento em si e dois wastegates.

Ainda que os engenheiros falem em um aumento de cerca de 5 decibéis, Lewis Hamilton afirmou que não sentiu nenhuma diferença no som de seu motor Mercedes.

“Dá para ouvir a diferença?”, questionou. “Você tem de ter um ouvido muito bom para sentir as mudanças.”

O inglês gostaria que os motores fossem mais barulhentos. “A diferença é zero. Não acho que o motor esteja soando bem”, disse o tricampeão, pedindo que os dirigentes tomassem providências para que o barulho volte aos níveis de quando ele era criança e se apaixonou pela F-1.

Fórmula 1