PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Alonso reaparece com proteção no joelho um dia após capotar na Austrália

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

21/03/2016 07h35

Fernando Alonso reapareceu nesta segunda-feira usando uma proteção no joelho direito após o forte acidente sofrido na etapa de abertura do mundial de Fórmula 1, na Austrália. O McLaren do espanhol capotou duas vezes e ficou completamente destruído após batida com Esteban Gutierrez, mas o piloto saiu praticamente ileso da batida.

Logo após o acidente, Alonso já havia indicado que o joelho o incomodava. Afinal, a perna é a parte mais solta o corpo do piloto, que não usa joelheira, ao contrário de alguns de seus rivais, dentro do cockpit. Na imagem, o espanhol aparece sorridente ao lado do jornalista alemão Roger Benoit.

Horas depois, o piloto publicou uma imagem curiosa em sua conta do Instagram, na qual aparece lendo o jornal local 'Herald Sun', no qual ganhou grande destaque na capa, cuja manchete diz que ele é o "homem mais sortudo do mundo". "Acredito que estão falando de mim", brincou.

Fernando Alonso brinca com manchete de jornal após acidente na Austrália - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram
"Dói um pouco de tudo”, disse Alonso ainda no domingo. “O corpo se movimenta muito dentro do cockpit quando se bate a estas velocidades. O joelho está doendo um pouco, mas tirando isso está tudo perfeito, e tenho muita sorte", afirmou.

Alonso se disse aliviado pelo acidente não ter causado problemas mais sérios. "Estou muito contente de estar falando com vocês [jornalistas], porque quando você está a mais de 300km/h, arrisca a vida. Se em uma das capotadas o golpe não é bom, você pode ter um problema sério."

O espanhol reconheceu sua parcela de culpa pelo incidente, que foi considerado um acidente normal de corrida pelos comissários e não resultou em qualquer punição. "Estávamos muito juntos. Entrei no vácuo o máximo possível, e fazer movimentos tão fortes em pontos de freada é sempre perigoso. Estar muito perto me fez perder a referência de freada, perdi o ponto certo e freei tarde demais. Eu levei ele junto. Quando você está tão perto e chega [na curva] a 310 ou 315km/h, são coisas que podem acontecer. O bom é que os dois estão bem."

O GP da Austrália foi vencido por Nico Rosberg, com Lewis Hamilton em segundo e Sebastian Vettel em terceiro. A próxima etapa da Fórmula 1 será no Bahrein, daqui dois finais de semana.

Fórmula 1