PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Grosjean comemora 'vitória' após sexto lugar com a novata Haas na Austrália

Do UOL, em São Paulo

20/03/2016 04h34

A nova equipe Haas fez história com Romain Grosjean ao conquistar o sexto lugar do GP da Austrália logo em sua corrida de estreia na Fórmula 1. Com isso, o time norte-americano se tornou o primeiro totalmente estreante a pontuar desde a Toyota em 2002.

Na ocasião, os japoneses, cujo orçamento era infinitamente superior, conquistou também o sexto lugar no GP da Austrália, com Mika Salo. Em 2009, a Brawn venceu com Jenson Button sua primeira prova. Porém, o time havia sido construído com a base da Honda.

“Esta é uma vitória para nós”, disse Grosjean logo depois de cruzar a linha de chegada, mesmo sem saber exatamente em que posição estava. Depois de ser avisado do sexto lugar, o francês vibrou muito. “Minha nossa! Bem-vindo à Fórmula 1, Gene [referindo-se ao dono do time, Gene Haas]. Este é o dia. Isso é histórico, pessoal!”

Grosjean largou em 19º e foi um dos que acertaram a estratégia após a paralisação da prova justamente por uma batida entre seu companheiro, Esteban Gutierrez, e Fernando Alonso. "A sensação é a mesma de estar no lugar mais alto do pódio. Desde o primeiro dia eu disse a esses caras que eles tinham um grande potencial. Há várias áreas para melhorar no carro, mas o resultado é um grande incentivo para todos."

A Haas é a primeira equipe a estrear do zero na Fórmula 1 desde 2010. E, logo em sua primeira prova, conquistou um resultado melhor do que as três novatas daquela temporada - Hispania, Lotus (que depois virou Caterham) e Virgin (hoje Manor) - conseguiram até hoje. Das três, apenas a Manor pontuou, uma única vez, com o nono lugar de Jules Bianchi no GP de Mônaco de 2014.

Classificação final do GP da Austrália: 
 
1) Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
2) Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - +8s
3) Sebastian Vettel  (ALE/Ferrari) - + 9,6s
4) Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) - + 24s
5) Felipe Massa (BRA/Williams) - + 58,9s
6) Romain Grosjean (FRA/Haas) - + 72s 
7) Nico Hulkenberg (ALE/Force India) - + 74s 
8) Valtteri Bottas (FIN/Williams) - +75,1s
9) Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso) - + 75,6s
10) Max Verstappen (HOL/Toro Rosso) - +76,8s
11) Jolyon Palmer (ING/Renault) - + 83,3s
12) Kevin Magnussen (DIN/Renault) - + 85,6s
13) Sergio Perez (MEX/Force India) - + 91,6s
14) Jenson Button (ING/McLaren) - + 1 volta
15) Felipe Nasr (BRA/Sauber) - + 1 volta
16) Pascal Wehrlein (ALE/Manor) - + 1 volta
 
Não completaram a prova:
 
Marcus Ericsson (SUE/Sauber)
Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)
Rio Haryanto (ID/Manor)
Esteban Gutierrez (MEX/Haas)
Fernando Alonso (ESP/McLaren)
Daniil Kvyat (RUS/Red Bull) 
 

Fórmula 1