PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Mercedes estreia bico inovador em teste. Mas pode nunca ir a um GP com ele

Sergio Perez/Reuters
Imagem: Sergio Perez/Reuters

Do UOL, em São Paulo

25/02/2016 14h24

A Mercedes foi à pista no último dia da primeira bateria de testes da pré-temporada da Fórmula 1 com uma novidade que chamou bastante a atenção no paddock, mas que pode não aparecer em nenhuma corrida na temporada: um novo bico, que ainda não passou nos testes da Federação Internacional de Automobilismo.

A grande dificuldade dos engenheiros é fazer com que a peça não se mova mais do que permitido nos testes de flexão, feitos pela FIA para se assegurar que a regra que diz que o carro “não pode ter partes aerodinâmicas móveis” está sendo seguido.

Tal mensuração só será feita oficialmente na quinta-feira antes da primeira etapa do campeonato, na Austrália, dia 20 de março. Enquanto isso, os engenheiros fazem seus próprios testes para se assegurar de que a peça não vá ceder mais do que o permitido.

O novo bico, à primeira vista, não parece ser muito diferente do anterior. Porém, ele contém um duto e uma série de canais escondidos na parte inferior, que direcionam o fluxo de ar para a obtenção de ganhos aerodinâmicos. Outro ponto que chama a atenção são os pilares de sustentação que o ligam à asa dianteira, bastante estreitos e pequenos.

A equipe busca manter sua hegemonia depois de dois anos de domínio na Fórmula 1, nos quais conquistou os campeonatos de construtores e de pilotos, com Lewis Hamilton, obtendo 32 vitórias nas últimas 38 corridas.

Fórmula 1