Topo

Carros


Carros

Volkswagen tem de devolver US$ 23 milhões a compradores checos de carros

Divulgação
Grupo Volkswagen e Skoda afirmam que julgamento teve falhas, e vão recorrer Imagem: Divulgação

Jan Lopatka

De Praga (República Checa)

2019-06-20T10:27:15

20/06/2019 10h27

Um tribunal de Praga determinou que vários proprietários checos de carros da Volkswagen e da submarca Skoda se qualificam para receber 533 milhões de coroas (US$ 23,30 milhões) em compensação ligada ao escândalo de emissões de diesel da VW.

O processo foi apresentado pela "Safe Diesel" em nome de 2.435 pessoas. A organização foi criada para enfrentar o caso dos reclamantes.

A decisão, ordenando que a Volkswagen pague o valor total, está aberta a recurso, mas apenas por motivos processuais. A Volkswagen disse que vai apelar.

"É um avanço no ramo europeu do caso", disse Frantisek Honsa, advogado da "Safe Diesel", em um comunicado. "Conseguimos fazer a mesma compensação que nos Estados Unidos."

A Volkswagen admitiu em setembro de 2015 que havia fraudado os testes de emissões de diesel dos EUA. A empresa pagou mais de 27 bilhões de euros (US$ 31 bilhões) em multas pelo uso de programação ilegal para disfarçar níveis excessivos de poluição de seus motores a diesel, provocando repressão regulatória global.

A decisão de Praga, datada de 22 de março, mas não divulgada anteriormente, disse que a demanda de compensação foi mantida sem uma audiência judicial porque a empresa-mãe da Skoda, o Grupo Volkswagen, não apresentou objeções às demandas em um prazo estabelecido pelo tribunal.

A Volkswagen disse acreditar que a decisão será rejeitada. "Consideramos os julgamentos como falhos e vamos apelar", disse um porta-voz.

A Skoda disse que também rejeitou as alegações e continuou a sustentar que os proprietários de veículos afetados não sofreram nenhum dano.

A "Safe Diesel" disse que tem recolhido demandas de mais proprietários dos carros afetados. A decisão apenas cobriu os requerentes iniciais de 2.435, mas a empresa disse que mais de 7.000 pessoas já fizeram as reclamações até o momento.

Ele disse que havia 165 mil carros afetados pelo escândalo de emissões na República Checa.

Mais Carros