Topo

Viagem

Roteiros de luxo


Suíça tem hotel com quartos sem teto ou paredes e com vista para os Alpes

Os hóspedes do Zero Real Estate dormem entre as montanhas e são servidos por mordomos - Divulgação/Toggenburg Tourism
Os hóspedes do Zero Real Estate dormem entre as montanhas e são servidos por mordomos Imagem: Divulgação/Toggenburg Tourism

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

09/08/2018 04h00

Que tal passar uma noite em um lugar que seja completamente adornado pelas paisagens dos Alpes? Isso é possível em um estabelecimento batizado de Zero Real Estate, que fica na região suíça de Toggenburg e que apresenta um ambiente completamente singular: o local oferece três acomodações que, acredite se quiser, não têm teto ou paredes (e que, ao mesmo tempo, se encontram cercadas pelas lindas montanhas da Europa central). 

Veja também

As acomodações ao ar livre ficam na região suíça de Toggenburg  - Divulgação/Toggenburg Tourism
As acomodações ao ar livre ficam na região suíça de Toggenburg
Imagem: Divulgação/Toggenburg Tourism

Apesar desta característica, os espaços estão longe de serem desconfortáveis: todos vêm equipados com uma enorme cama de casal disposta sobre uma superfície de madeira, luminárias de cabeceira e criados-mudos, rodeados por um extenso gramado pontuado por casinhas rurais, pastos com vaquinhas e com uma visão privilegiada para bosques e imponentes picos alpinos. 

O objetivo do Zero Real Estate é proporcionar uma agradável noite sob as estrelas para seus hóspedes (os cobertores, logicamente, são reforçados, para aguentar o frio que, frequentemente, faz nesta região da Europa). E, quando o dia raia, os turistas ganham café da manhã na cama, servido por um mordomo. 

O hotel ainda conta com uma área coberta, que oferece, por exemplo, banheiro e chuveiros. 

Das três acomodações do Zero Real Estate, duas já estão totalmente reservadas para 2018 - Divulgação/Toggenburg Tourism
Das três acomodações do Zero Real Estate, duas já estão totalmente reservadas para 2018
Imagem: Divulgação/Toggenburg Tourism

"Experiências hoteleiras inusitadas estão na moda", afirma Christian Gressbach, diretor da entidade que promove o turismo na região de Toggenburg. "O Zero Real Estate é, por sua vez, uma experiência bem radical e extremamente intensa". 

E o projeto, aparentemente, tem realmente feito sucesso: duas das três suítes sem teto ou paredes já estão completamente reservadas até o dia 1º de setembro de 2018: após esta data, as acomodações serão desmontadas. 

Dormir nas acomodações do Zero Real Estate custa mais de R$ 1.000 - Divulgação/Toggenburg Tourism
Dormir nas acomodações do Zero Real Estate custa mais de R$ 1.000
Imagem: Divulgação/Toggenburg Tourism

Dormir lá, entretanto, não é barato: a diária do espaço que ainda está disponível custa 295 francos suíços (aproximadamente R$ 1.100) para duas pessoas e inclui, além do café da manhã, um drinque de boas-vindas, bebidas não-alcoólicas e os serviços do mordomo (que trabalha com um elegante traje com gravatinha borboleta). 

E são locais que têm atraído tanto casais em busca de uma criativa noite romântica como famílias que querem curtir as belezas das paisagens rurais da Suíça. 

O Zero Real Estate fica na localidade de Wildhaus, a cerca de 90 quilômetros de Zurique e 380 quilômetros de Genebra. 

Para mais informações, acesse: www.zerorealestate.ch

No Zero Real Estate, os turistas não precisam sair da cama para curtir a viagem - Divulgação/Toggenburg Tourism
No Zero Real Estate, os turistas não precisam sair da cama para curtir a viagem
Imagem: Divulgação/Toggenburg Tourism

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Roteiros de luxo