PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro prorroga campanha contra sarampo e pólio por mais 15 dias

Do UOL, em São Paulo

30/08/2018 15h33

A campanha de vacinação contra a poliomielite (paralisia infantil) e o sarampo foi prorrogada até o dia 15 de setembro em todo o estado do Rio de Janeiro. Até agora, apenas 55,5% se vacinaram contra o sarampo e 54,6% contra a poliomielite. A meta da campanha é imunizar cerca de 812 mil crianças entre um e cinco anos de idade, 95% do público-alvo.

Leia também:

Este ano, 18 casos de sarampo foram confirmados no estado: 15 na cidade do Rio, dois em Duque de Caxias e um em Niterói. A proteção contra o sarampo é parte das vacinas Tríplice Viral e Tetra Viral (contra sarampo, rubéola e caxumba). Devem ser vacinadas as crianças a partir de um ano e 4 anos 11 meses e 29 dias, além de adultos de até 49 anos que não tenham sido imunizados. Quem já tomou tomou as duas doses da vacina não precisa repeti-las.

Já a vacina contra a poliomielite é segura e protege contra os dois sorotipos do poliovírus 1 e 3. Crianças com comprometimento imunológico devem ser avaliadas antes de tomar a vacina. De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil está livre da poliomielite desde 1990, portanto é fundamental que a população procure a vacina.

A recomendação para a proteção contra a poliomielite é de três doses da VIP (Vacina Inativada Poliomielite) até um ano de idade. A partir de então e até menores de cinco anos que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, receberão a VOP (Vacina Oral Poliomielite), a gotinha.

Vacinação decepciona

Em todo o país, 11 estados estão abaixo da média nacional de cobertura vacinal, informa o Ministério da Saúde. Até esta quinta-feira (30), cerca de 73% das crianças brasileiras foram vacinadas. Em todo o país, foram aplicadas mais de 16,3 milhões de doses, 8,2 milhões de cada.

Segundo a última atualização enviada pelos estados, o Rio de Janeiro está com o menor índice de vacinação, seguido pelo Roraima, Distrito Federal, Pará, Amazonas, Acre, Bahia, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Piauí e São Paulo. Ao contrário do Rio, a campanha termina nesta sexta-feira (31) no restante do Brasil. O Ministério da Saúde orienta estados e municípiosa abrir os postos de vacinação neste sábado, 1º de setembro.