PUBLICIDADE
Topo

Hezbollah apresenta jogo para combater virtualmente jihadistas do EI

28/02/2018 17h03

Beirute, 28 fev (EFE).- O grupo libanês Hezbollah apresentou nesta quarta-feira um game no qual recria cenários de combate contra os terroristas do grupo Estado Islâmico (EI) durante a guerra na Síria.

A apresentação de "Holy defense" ("Defesa sagrada"), aconteceu num hotel do sul da capital libanesa, Beirute, na presença, entre outros, do ministro da Juventude e dos Esportes, Muhammad Fneish, membro do grupo xiita, que disse estar orgulhoso.

"Não se trata de uma lavagem cerebral, como alguns nos acusam. Mostramos heróis e mártires, com os seus nomes, que deram a vida combatendo os jihadistas ", afirmou.

Um dos criadores, Hassan Alam, explicou à "MTV" que o jogo é uma "simulação" vivida por Ahmed, um jovem xiita, que resolveu lutar após um ataque terrorista para combater o EI nas frentes do Hezbollah com o objetivo de "fracassar o projeto americano-sionista".

"Todos os elementos do jogo são inspirados em fatos reais que aconteceram durante a guerra na Síria", onde o Hezbollah combate com tropas leais ao presidente sírio, Bashar al-Assad.

Esse é o terceiro jogo apresentado pelo grupo xiita. Em 2003 e em 2007 eles lançaram "Forças Especiais 1 e 2", que relatam episódios da guerra com Israel no sul do Líbano e a retirada do Exército libanês dessa região.