Topo

Grande Acelerador de Partículas é desligado para manutenção de 2 anos

Em Genebra

14/02/2013 09h51

O Grande Acelerador de Partículas (LHC, na sigla em inglês), do Centro Europeu de Física de Partículas (CERN), que foi decisivo para a compreensão da origem e dos fundamentos do Universo, entrou nesta quinta-feira (14) em um longo período de manutenção que o manterá dois anos fora de serviço.

A equipe que comanda o LHC confirmou que foram extraídos os últimos feixes de prótons do anel do acelerador, localizado em um túnel circular de 27 quilômetros de circunferência construído entre 50 e 175 metros abaixo da superfície na fronteira entre a Suíça e a França.

O acelerador foi projetado para provocar colisões de feixes de prótons ou íons pesados lançados em sentidos opostos, gerando intensidades de energia sem precedentes.

Este experimento levou à descoberta de uma nova partícula que seria o chamado Bóson de Higgs, ou a partícula de Deus, o grande elemento que faltava na teoria que sustenta a física moderna.

Mais Tilt