Topo

Australianos criam carro que freia se o motorista se distrai

Em Sydney

25/09/2013 12h45

Pesquisadores australianos apresentaram nesta quarta-feira (25) um protótipo de carro que freia se os sensores situados na cabeça do motorista detectarem que ele está distraído.

O acelerador do veículo recebe ordens de um capacete com 14 sensores que medem o tipo e a quantidade de atividade cerebral e podem determinar seu nível de concentração, explicou Geoffrey Mackellar, um pesquisador de neuromecânica da Emotiv.

Durante os testes do sistema, os cientistas pediram aos motoristas que falassem ao celular, trocassem a emissora de rádio, bebessem água ou olhassem um mapa para poder medir sua atividade cerebral durante essas ações. 

Os motoristas também tiveram de dirigir a 15 km/h para medir sua atividade cerebral quando não estão realizando outras atividades.

O protótipo, encomendado pelo Real Automóvel Club do estado da Austrália Ocidental, utiliza programas informáticos que permitem que acelere quando o motorista está atento e freiem quando está distraído, segundo Emad Tahtouh, da companhia eletrônica FINCH.

O sistema analisa dados como a frequência do piscar de olhos, a duração do olhar para um ponto preciso, a inclinação a inclinação do pescoço e o nível da atividade cerebral quando o motorista está realizando alguma das ações descritas.

Quando o carro detecta uma queda da atenção do motorista, freia e volta a acelerar quando ele retoma a atenção. O protótipo, que não tem um objetivo comercial, quer contribuir para a investigação no campo da segurança rodoviária.

Mais Tilt