PUBLICIDADE
Topo

Ericsson prevê 220 milhões de assinaturas 5G até o final do ano

30/11/2020 12h01

Por Helena Soderpalm e Supantha Mukherjee

ESTOCOLMO (Reuters) - A Ericsson elevou nesta segunda-feira sua previsão global de assinaturas móveis 5G para 220 milhões até o final deste ano, citando uma adesão mais rápida do que o esperado na China.

A fabricante de equipamentos de telecomunicações, que previa anteriormente 190 milhões de assinaturas 5G, disse que espera que a China responda por quase 80% do total da projeção mais recente.

"O que impulsionou o crescimento é a China, e isso é apoiado por um forte foco nacional estratégico em 5G", disse o chefe de redes da companhia, Fredrik Jejdling, à Reuters.

A Ericsson disse em seu relatórios semestral que em 2020 a sociedade deu um "grande salto para a digitalização", já que a pandemia agiu como um catalisador para mudanças rápidas e destacou o impacto da conectividade na vida cotidiana das pessoas.

Estima-se que cerca de 15% da população mundial, ou 1 bilhão de pessoas, estará em uma área que será coberta pelo 5G até o final do ano, disse Jejdling.

A empresa previu 3,5 bilhões de assinaturas 5G até o final de 2026, respondendo por mais de 50% do tráfego de dados móveis, e quatro em cada 10 assinaturas móveis sendo de redes 5G.

(Por Helena Soderpalm e Supantha Mukherjee)