PUBLICIDADE
Topo

Diretor-executivo da Apple diz que doará todo seu patrimônio para caridade

Tim Cook, diretor-executivo da Apple, apresenta novos produtos da Apple em evento realizado em Cupertino (Califórnia, EUA), sede da empresa - Justin Sullivan/Getty Images/AFP
Tim Cook, diretor-executivo da Apple, apresenta novos produtos da Apple em evento realizado em Cupertino (Califórnia, EUA), sede da empresa Imagem: Justin Sullivan/Getty Images/AFP

Ankit Ajmera e Edwin Chan

27/03/2015 10h23Atualizada em 27/03/2015 15h18

O diretor-executivo da Apple, Tim Cook, está se juntando ao grupo de pessoas muito ricas que doam suas fortunas.

Segundo a revista "Fortune", o chefe da maior empresa de tecnologia do mundo disse que planeja doar seu patrimônio estimado em US$ 785 milhões à caridade - após pagar a faculdade de seu sobrinho de 10 anos de idade.

"Você deve ser a pedra no lago que cria as ondas de mudança", disse Cook à revista "Fortune".

A revelação do diretor-executivo, de 54 anos, no extenso perfil que a Fortune fez sobre ele é um exemplo da crescente filantropia das pessoas mais ricas do mundo.

O bilionário Warren Buffett está encorajando os muito ricos a doar ao menos metade de seus patrimônios durante a vida por meio do "Giving Pledge" (Promessa de Doação, em tradução livre), cujo site lista nomes como Bill Gates, da Microsoft, Mark Zuckerberg, do Facebook, e Larry Ellison, da Oracle.