PUBLICIDADE
Topo

Rainha da área de serviço: como é a tecnologia por trás da máquina de lavar

Máquina de lavar - Arte UOL
Máquina de lavar Imagem: Arte UOL

Rodrigo Lara

Colaboração para Tilt, em São Paulo

05/08/2021 04h00Atualizada em 08/12/2021 19h49

Se você tem uma máquina de lavar em casa, provavelmente nem lembra quando passou um tempo lavando algo no tanque. Não é exagero nenhum dizer que esse eletrodoméstico é a rainha da área de serviço e nos ajuda a economizar muito tempo.

Mas você já parou para pensar em como ela funciona? Qual é o segredo de transformar aquela roupa suja em uma limpinha — e, em alguns casos, pronta para uso? Tilt ouviu especialistas para responder essas e outras curiosidades.

Para a explicação abaixo, consideramos os tipos mais comuns de máquinas: as automáticas e as lava e seca.

Como funciona a máquina de lavar - Guilherme Zamarioli/Arte UOL - Guilherme Zamarioli/Arte UOL
Imagem: Guilherme Zamarioli/Arte UOL

O que a máquina de lavar roupas faz, basicamente, é tornar o processo de lavagem de roupas mais eficiente. Em modelos automáticos, aqueles que têm tampa com abertura vertical, há dois cilindros, um interno — cheio de furos, dentro do qual se coloca as roupas —, um externo e um eixo agitador central. Já nos modelos lava e seca, que geralmente têm porta com abertura horizontal, não há esse eixo central, apenas os cilindros.

Uma vez que a pessoa coloca as roupas e inicia o ciclo de lavagem, a máquina começa a "encher" — nesse processo, a água passa pelo local onde está armazenado o sabão e o leva para o seu interior. Uma vez que a água atinge o nível de funcionamento, a lavagem em si começa.

Nas máquinas com eixo central, essa peça se movimenta, agitando a mistura de água e sabão e as roupas, fazendo com que o líquido penetre no tecido, o que permite a remoção de sujeira.

Nas máquinas sem o eixo central, o tambor é quem se agita. Na prática, o efeito é similar. Em ambos os casos, a movimentação é feita por um conjunto de motor elétrico e correia de borracha.

Terminado esse processo, a água é drenada e, depois disso, começa a centrifugação. Nessa hora, o tambor interno pode girar a uma velocidade de cerca de 1.400 rotações por minuto, o que faz com que a água presente nas roupas seja "arremessada" na parede do tambor interno. No processo, ela acaba escoando pelos orifícios ali presentes. Isso permite que a roupa saia mais seca (ou menos molhada) da máquina.

Já nas linhas lava e seca, há ainda o processo de secagem. Nele, a corrente elétrica passa por uma resistência, gerando o Efeito Joule e aquecendo o ar no interior do tambor onde as roupas estão armazenadas. O compartimento se move lentamente, de maneira que todas as roupas sejam expostas ao calor e possam sair da máquina totalmente secas.

Máquina de lavar gasta mais ou menos água do que uma lavagem convencional?

Depende. De maneira geral, as máquinas de lavar tentam ser o mais eficientes possível no equilíbrio entre uso de água e limpeza de roupas. Já a lavagem manual depende mais dos hábitos da pessoa que está fazendo — se ela deixa a torneira aberta de forma desnecessária, por exemplo.

Um ponto importante a ser considerado é a constância: uma máquina de lavar, se funcionando corretamente, tende a utilizar quantidades de água pré-determinadas, tornando o seu uso mais previsível. Além disso, alguns processos desses equipamentos reutilizam água, o que os torna mais econômicos.

Por que algumas máquinas esquentam a água antes da lavagem?

Reações químicas, em geral, têm sua velocidade aumentada quando calor é adicionado por uma fonte externa. Isso se aplica ao nosso caso da lavagem de roupas, onde o maior objetivo é remover sujeiras e manchas pelo efeito detergente.

Quando a água quente entra em contato com o tecido, as fibras se expandem mais do que se utilizasse apenas a água fria, permitindo que o sabão penetre mais facilmente. O nível de limpeza da sujeira é a mesmo que se obteria com a água fria, mas existe aí uma economia de tempo no processo e uma quantidade menor de sabão. Outro ponto importante é que a água aquecida pode ajudar a eliminar alguns germes e bactérias.

Máquinas de lavar consomem muita energia?

Depende do modelo, sendo que aqueles que têm função de secagem consomem mais energia elétrica do que uma sem essa funcionalidade.

É claro que o tipo de uso influencia, mas os modelos mais comuns do mercado possuem potência de 1.100 W no ciclo de lavagem com aquecimento da água, o que é menos do que um secador de cabelo comum (em torno de 2.700 W), do que um chuveiro elétrico (de 4.400 W até 7.800 W) ou até mesmo do que uma fritadeira air fryer (de 1.200 W a 1.900 W).

É possível usar a máquina para qualquer tipo de roupa?

Idealmente, não. Roupas com mais detalhes em sua construção ou tecidos muito delicados devem ser lavados a mão, sob risco de sofrerem danos.

O mesmo vale para qualquer roupa com bordados, que têm tendência a se embaraçar ou, ainda, sujeitas a deformações caso sejam esticadas. Fora isso, roupas de fabricação moderna, itens feitos de fibras e de lã e mais volumosos tendem a se dar bem com o uso da máquina.

Fontes

Daniel Ribeiro Gomes, professor de Engenharia Elétrica do Instituto Mauá de Tecnologia
Rudolf Bühler, professor do departamento de engenharia elétrica do Centro Universitário FEI