Topo

Todo mundo quer! Por que a máquina que dobra roupas ainda demora a chegar?

Bruna Souza Cruz

Do UOL*, em Las Vegas (EUA)

11/01/2019 04h00

As maiores novidades estão aí se exibindo para nós durante a CES 2019, mas nada é mais divertido do que ver robôs fazendo as tarefas mais chatas do nosso dia a dia. Lavar, secar, passar... Uma máquina faz praticamente todo mundo na maior feira de tecnologia do mundo parar para vê-la resolver mais uma etapa chata da lavanderia. É o FoldiMate, um robô que dobra as roupas por você.

É só colocar uma camiseta no compartimento superior, que o robô começa a dobrar a peça. Você coloca uma toalha e ela é dobrada em seguida, em questão de segundos. Você olha para a máquina funcionando e logo constata que ela consegue dobrar as roupas bem mais rápido e bem melhor do que você. Não vi nenhuma peça sair torta.

Uma amostra da máquina está sendo exibida na edição deste ano da feira. Ela tem 1,25 metros e é realmente um trambolhão (mesmo assim eu a teria).

O protótipo já havia sido apresentado em edições anteriores da CES, mas os comentários pelo estande é de que agora ele realmente funciona bem, chegando mais próximo de ser um produto real com chances de ser vendido.

Gal Rozov, fundador da empresa, afirmou ao UOL Tecnologia que, de fato, a máquina deste ano está melhor, mais precisa e com um design mais bonito. No entanto, lembrou que ainda trata-se de um protótipo. 

Ele explicou que o robô consegue dobrar "a maioria dos tipos de camisas e blusas", diferentes tipos de calças e toalhas e fronhas, mas deu a entender que não está perfeita. Há uma limitação nos tipos de roupas que ela dobra, especialmente peças menores, como meias, calcinhas, cuecas, que não foi resolvida. 

"Quem sabe na próxima versão", afirmou Rozov sobre o fato de a máquina ainda não dobrar nossas meias.

Mesmo assim o executivo afirmou que as primeiras unidades da FoldiMate podem começar a serem vendidas até o final do ano nos Estados Unidos por um valor em torno de US$ 1.000. Ainda é uma promessa, mas você pagaria?

Pensando ainda mais no futuro, falta também uma máquina que dê conta de dobrar todas as roupas de uma vez, sem você ter que ficar colocando peça a peça. Mas, é bom saber que estamos caminhando.

*A jornalista viajou a convite da LG.

Mais Gadgets