PUBLICIDADE
Topo

Com humor e criatividade, perfil no Instagram satiriza "geração fitness"

Larissa Leiros Baroni

Do UOL, em São Paulo

10/04/2015 06h00

Nada de chá verde, tampouco batata doce ou filé de frango. Os exercícios e as dietas naturebas dão lugar ao humor e a criatividade no perfil @pogliebarbudo do Instagram. Qualquer semelhança com a blogueira fitness Gabriela Pugliesi não é mera coincidência. Sim! A conta é uma sátira aos apaixonados por academia, músculos e corpos sarados.

"É uma gozação que não tem o objetivo de ofender ou prejudicar ninguém", afirma Poliana, 38, mais conhecida como Pogli, que preferiu não revelar seu nome completo para não acabar com a magia da personagem que criou na rede social. "É apenas o olhar --com pitadas de humor-- de quem gostaria de ter ânimo para fazer exercícios diariamente."

Tudo começou como uma simples brincadeira e um passatempo, mas não é que despertou o interesse das pessoas? Em dois meses, o perfil já atraiu mais de 21 mil seguidores. "Não sou uma pessoa nada light. Um dia, no entanto, resolvi pedir salada e quiche em um restaurante. Quando vi o prato, me soou estranho e acabei fazendo um vídeo", conta ela.

O vídeo acabou sendo divulgado para as irmãs pelo WhatsApp, que incentivaram-na a criar um perfil no Instagram para tornar as "palhaçadas" públicas. "De início rejeitei a ideia, que acabou se tornando realidade pouco depois", conta. Esse vídeo nunca foi publicado, mas serviu de inspiração para muitos outros.

Pogli começou publicando até quatro fotos e/ou vídeos por dia, mas atualmente mantém a conta atualizada com até duas publicações diárias. "Para não cansar os meus seguidores e, é claro, por falta de tanta criatividade", conta ela, que diz ter inspirações ao deitar. "Aí tenho que levantar e anotar a ideia, caso contrário não lembro no dia seguinte."

Corre, gente! #Corra #NemQueSejaAtrásDeUmaPromoção #ÉAMelhorSensação #PromoçãoÉVida

Um vídeo publicado por Pogli & Barbudo (@pogliebarbudo)

em

A família de Pogli também está bastante envolvida nessa causa. Além de apoio, as irmãs auxiliam com sugestões e complementos à ideia "no fitness". O marido [o barbudo], as duas filhas e até o bichinho de estimação (Whey), embora não com tanta exposição, também contribuem como autores coadjuvantes. "Procuro não expor tanto os três, principalmente as meninas."

Desde o nascimento da primeira filha, atualmente com cinco anos, Pogli --formada em hotelaria-- deixou de trabalhar. Nasceu e cresceu em São José dos Campos, interior de São Paulo, mas há quatro anos mora em Salvador (BA). Fez ballet clássico dos três aos 17 anos, mas acabou largando o hobby na época do vestibular. "Desde então nunca mais consegui me prender a uma atividade física. Consegui me empolgar apenas com o pilates, que há dois anos frequento duas vezes por semana", afirma.

Poliana diz sempre ter sido bem humorada e estar se divertindo muito com a atualização de seu perfil no Instagram. "Me divirto com as pessoas se divertindo comigo", diz, que acrescenta nunca ter imaginado que essa simples brincadeira teria tanta repercussão. "Tanto é que comemorei bastante quando alcancei os 200 seguidores", afirma.

Ela nunca chegou a ser parada na rua por nenhum de seus 21 mil seguidores, mas afirma já ter recebido mensagens de alguns deles dizendo que a teriam visto em determinado lugar. Se é efêmero ou não esse "sucesso", Pogli não sabe, mas não descarta a possibilidade de transformar essa brincadeira em um trabalho. "Estou aberta a propostas", enfatizou.