PUBLICIDADE
Topo

Em teste no interior de São Paulo, internet 4G chega a 50 Mbps com oscilações de velocidade

Em conexão via modem, conexão 4G da Claro chegou a picos de 50 Mbps em testes em SP - Divulgação
Em conexão via modem, conexão 4G da Claro chegou a picos de 50 Mbps em testes em SP Imagem: Divulgação

Guilherme Tagiaroli*

Do UOL, em Campos do Jordão (São Paulo)

05/09/2012 13h30Atualizada em 10/09/2012 19h00

A Claro demonstrou nesta quarta-feira (5) a sua rede experimental de internet 4G em Campos de Jordão (São Paulo). Durante evento para a imprensa, a velocidade de download da rede da Claro atingiu picos de 50 Mbps (megabits por segundo). O valor é 50 vezes a velocidade utilizada em planos 3G convencionais, que alcançam taxas de 1 Mbps.

A companhia está testando a velocidade ultrarrápida em Campos de Jordão, Parati (Rio de Janeiro), Búzios (Rio de Janeiro) e Brasília (Distrito Federal). Segundo a companhia, em certas ocasiões a velocidade chega a 80 Mbps.

Na demonstração da Claro, a velocidade média da internet 4G ficou em 38 Mbps. Com essa velocidade foi possível rodar simultaneamente quatro vídeos em alta definição do YouTube sem engasgos. Poucos segundos após dar play em ambos, os quatro arquivos já estavam completamente carregados.

Nos testes feitos pelo UOL Tecnologia, a velocidade chegou ao pico de 51,74 Mbps, segundo o teste EAQ (Entidade Aferidora de Qualidade, órgão selecionado pela Anatel para análise da banda larga no país). No entanto, a conexão apresentou instabilidade em velocidade de download. Em uma sequência de testes, a velocidade máxima atingida em outra ocasião foi de 19,51 Mbps, por exemplo.

O primeiro aparelho comercializado pela Claro com tecnologia 4G será o Motorola Razr HD, a partir de outubro. No entanto, o usuário que adquirir um aparelho 4G apenas conseguirá assinar um plano da operadora no ano que vem. “Nossa data oficial de lançamento comercial é abril de 2013 [data estipulada pelo governo para implantação do 4G nas cidades-sede]”, disse Carlos Zenteno, presidente da Claro.

Até lá, a operadora vai apenas permitir que o usuário conheça o funcionamento do serviço, nas lojas da Claro dessas cidades escolhidas. A seleção dos locais de teste baseou-se no fato de serem pontos turísticos e também por causa de sua topografia. Campos do Jordão tem superfície montanhosa e Brasília é uma planície, enquanto Búzios e Parati são cidades litorâneas. Segundo a companhia, a diversidade de lugares ajudará a testar a tecnologia em diferentes tipos de ambientes.

As frequências utilizadas para as redes 4G são experimentais e para que a companhia inicie a comercialização é necessária ainda uma autorização da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

Tecnologia 4G

A 4G (4ª geração de telefonia móvel) consiste em padrões de conexão de alta velocidade. No Brasil, a tecnologia escolhida para a implantação desta tecnologia é a LTE (Long Term Evolution), mesmo padrão utilizado em países europeus. Com essa tecnologia, a velocidade nominal que a internet móvel pode chegar beira os 100 Mbps (Megabits por segundo).

O governo brasileiro estabeleceu que as operadoras devem ter redes 4G implementadas nas cidades-sede da Copa das Confederações (torneio de seleções que ocorre um ano antes da Copa do Mundo) até abril de 2013.

Testes anteriores

Os primeiros testes com 4G no Brasil ocorreram durante a convenção Rio+20 realizada no Rio de Janeiro. Vivo e Oi foram as companhias que instalaram antenas em caráter experimental de internet móvel de alta velocidade no evento. 

Recentemente, a Oi, durante o Painel Telebrasil (evento do setor de telecomunicações), realizado em Brasília, disponibilizou internet 4G. De acordo com a operadora, as velocidades de download alcançaram a taxa de 88 Mbps (Megabits por segundo), com picos de 100 Mbps.

* O jornalista viajou a convite da Claro