PUBLICIDADE
Topo

Nunca Vi 1 Cientista

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

"Quantas amizades eu perdi": como é ter a deficiência em reconhecer rostos

Conteúdo exclusivo para assinantes
Ana Bonassa e Laura de Freitas

Nunca Vi 1 Cientista é um grupo de divulgação científica encabeçado pelas jovens cientistas Ana Bonassa e Laura de Freitas para estimular o contato com a ciência.

05/07/2021 04h00

Vem alguém na sua direção todo sorridente como se fosse algum velho conhecido, mas você não consegue reconhecer a pessoa. Já aconteceu com você? Pois está situação é comum para quem tem prosopagnosia ou cegueira de faces.

Tem outros casos comuns para uma pessoa com prosopagnosia, como ficar sempre na dúvida se conhece alguém ou ter problemas em reconhecer o próprio rosto no espelho ou em fotos. No vídeo aqui em cima a gente explica como é essa deficiência em reconhecer rostos.

A Ana Bonassa possui prosopagnosia e faz um relato de como é conviver com essa deficiência. Ela também fala como diagnosticar essa condição. Tudo isso está no vídeo de hoje.

Não consegue ver o vídeo? Você também pode assistir aqui.

E se você gostou e quer ajudar nosso trabalho, convidamos para colaborar com a nossa vaquinha virtual.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL