PUBLICIDADE

Topo

Duo Start

Leo Bianchi entrevista os pro-players e streamers mais hypados do momento


OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Retrospectiva 2021: o ano em que o preconceito passou a ser punido

Andre Hunter/Unsplash
Imagem: Andre Hunter/Unsplash

De START, em São Paulo

30/12/2021 04h00

Infelizmente, racismo, machismo e LGBTfobia sempre foram problemas constantes na comunidade gamer. Mas, em 2021, parece que público e publishers finalmente acordaram. O ano foi marcado por escândalos que renderam punições imediatas - inclusive demissões.

Sempre houve uma minoria que não entendeu que jogos são feitos para todos, independentemente da etnia, do gênero, da orientação sexual, da classe social. E agora, a maioria decidiu dar o recado: abusos e preconceitos não serão mais aceitos.

Leo Bianchi avalia os principais casos de 2021 e o que essa reação, das empresas e dos jogadores, significa para o futuro dos games. Confira no vídeo:

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol?
Twitch: https://www.twitch.tv/startuol

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL