PUBLICIDADE

Topo

Reviews


Vancouver 2010 - Winter Olympic Games

25/01/2010 17h15

Trailer de lançamento
Com o calor que castiga o verão no Brasil, chega a ser engraçado pegar "Vancouver 2010" para jogar. O game oficial das Olimpíadas de inverno, que conta com 14 modalidades diferentes como patinação em pista curta, bobsleigh ou salto com esqui, serve como mera curiosidade para a grande maioria dos brasileiros.

A Sega produziu o game sem muito capricho e recicla mecânicas na maioria das competições, sem muito rigor com a física e detalhes mais complicados das provas. Basicamente a maioria dos comandos utilizam botões superiores para manter equilíbrio e velocidade dos atletas enquanto os frontais se encarregam de saltos e outras manobras. E não espere ficar livre de massacrar o controle com toques repetidos e frenéticos, em um aspecto que permanece inalterado neste tipo de game desde os tempos do jurássico "Decathlon" de Atari.

Medalhas de ouro no gelo
A simplicidade domina "Vancouver 2010". Não existe um modo de carreira ou opções de customização de atletas. É possível apenas escolher uma bandeira, entre poucos países, e ir direto para a seleção de modalidades, em uma espécie de playlist de eventos que lembra mais um índice de minigames. Para dar um empurrão, há os chamados Challenges, com desafios específicos e níveis de dificuldade variáveis que garantem Conquistas ou Troféus e a oportunidade de sair do lugar comum, com suporte a multiplayer local ou online.

Os visuais parecem adequados em primeiro momento, com um efeito interessante que borra a tela de acordo com a velocidade alcançada nas provas e modelos relativamente complexos e bem animados. Mas há uma certa pobreza nos cenários, com torcedores robóticos e poucos detalhes de fundo. O som é igualmente discreto e realça apenas a trilha sonora, recheada de canções pop que muitas vezes não parecem se encaixar com um evento tão solene. Uma apresentação adequada e nada mais.

Nota: 5 (Medíocre)

Reviews