PUBLICIDADE
Topo

França derruba carvalhos para reconstruir pináculo de Notre-Dame

08/03/2021 17h32

JUPILLES, França (Reuters) - Em uma antiga floresta real, arboristas começaram a derrubar nesta segunda-feira carvalhos centenários que serão usados na reconstrução do cume de armação de madeira da Catedral Notre-Dame de Paris, que foi destruído por um incêndio.

O pináculo revestido de chumbo, que definiu o horizonte do centro de Paris durante mais de 150 anos, foi consumido pelas chamas em abril de 2019, desabando pelo telhado de pedra em arco diante das lágrimas e dos soluços das testemunhas.

No verão passado, o presidente francês, Emmanuel Macron, disse que o pináculo de 96 metros será reconstruído de acordo com o projeto original do século 19 de Eugène Viollet-le-Duc, iniciando a busca pelos mil carvalhos necessários para construir o pináculo e a armação do transepto da catedral.

"É excepcional", disse Aymeric Albert, diretor comercial da comissão de silvicultura, a respeito do tronco serrado de um carvalho de 200 anos. "Ele é perfeitamente reto e sem nenhum defeito interno".

O tronco é grande o suficiente para uma trave de 18 metros que ajudará a sustentar o peso do pináculo, explicou ele.

As árvores que serão tiradas do Domaine de Bercé, perto de Le Mans, foram identificadas no início do ano e devem ser todas cortadas antes do final de março, antes de a seiva brotar e a madeira ficar muito úmida.

Os troncos, cada um dos quais vale cerca de 15 mil euros, serão postos para secar entre 12 e 18 meses antes de serem moldados.

O teto original da catedral tinha tantas vigas de carvalho que era chamado de "la forêt" (a floresta).

(Por Lucien Libert)