PUBLICIDADE
Topo

Cantor americano Meat Loaf morre aos 74 anos

21/01/2022 08h43

Washington, 21 Jan 2022 (AFP) - O cantor americano Meat Loaf, muito conhecido por seu álbum "Bat Out of Hell", morreu aos 74 anos - anunciou a conta do artista no Facebook nesta sexta-feira (21).

"Com o coração partido, anunciamos que o incomparável Meat Loaf faleceu esta noite, com sua esposa, Déborah, ao seu lado", diz a mensagem.

"Suas filhas Pearl e Amanda e seus amigos próximos estiveram com ele nas últimas 24 horas", ressalta a postagem.

O motivo de sua morte não foi especificado nesta mensagem.

Consagrado na década de 1970 por suas qualidades vocais e cênicas, Meat Loaf - cujo nome artístico significa "bolo de carne" em referência ao seu corpo imponente - fez sucesso mundial em 1977 com seu álbum "Bat out of Hell", com mais de 43 milhões de cópias vendidas.

Ele então relançou a carreira em 1993 com o hit "I'd Do Anything for Love (But I Won't Do That)", que lhe rendeu um Grammy, o equivalente ao Oscar da indústria musical americana.

No total, vendeu mais de 100 milhões de álbuns durante uma carreira de 60 anos.

- "Politicamente incorreto" -Nascido no Texas, o cantor, cujo nome verdadeiro é Marvin Lee Aday, também se destacou no cinema por seus papéis em obras cult, como no musical "The Rocky Horror Picture Show", de 1975, ou no filme "Clube da Luta" (1999), de David Fincher.

Ele também apareceu como motorista das Spice Girls na comédia "Spice World".

O artista estava entre os poucos cantores americanos de destaque, fora do country, a apoiar ativamente o Partido Republicano, como durante a campanha presidencial de 2012, quando pediu votos para o candidato Mitt Romney contra o eventual vencedor da eleição, Barack Obama.

Ele também garantiu no Facebook, quando seu último álbum, "Braver Then We Are", foi lançado em 2016, que esta obra era "explícita e politicamente incorreta (eu odeio o politicamente correto)".

Meat Loaf passou por alguns problemas de saúde, principalmente nas cordas vocais. Em 2015, o músico retomou a agenda de shows após um hiato de dois anos, encerrando os rumores de sua aposentadoria musical.

Ele havia sido vítima, em 2016, de um mal-estar no palco no Canadá. E também desmaiou no palco em Londres, em 2003, e em Pittsburgh, em 2011.

bur-dva/ssy/pz/bl/me/tt/mr