PUBLICIDADE
Topo

Justiça retoma investigação contra Gérard Depardieu, o 'Obelix', por estupro

O ator Gerard Depardieu é acusado por atriz; caso teria ocorrido em 2018 - Stefanie Loos /Reuters
O ator Gerard Depardieu é acusado por atriz; caso teria ocorrido em 2018 Imagem: Stefanie Loos /Reuters

28/10/2020 11h43

Um juiz de instrução em Paris retomará a investigação por acusações de estupro contra o ator francês Gérard Depardieu, de 71 anos, segundo uma fonte próxima ao caso e que foi confirmado por uma fonte judicial.

A denúncia foi feita por uma jovem atriz que expôs vários estupros e agressões sexuais em agosto de 2018 na casa parisiense do ator.

Ela retomou sua denúncia depois que o MP (Ministério Público) de Paris arquivou a investigação em junho de 2019.

"Não fui informado" da designação de um juiz de instrução, disse o advogado da estrela do cinema francês, Hervé Témime, que falou que classificou como algo "inconsequente, sendo uma decisão automática".

O ator já foi indicado ao Oscar por "Cyrano" (1990), também é conhecido por "1492: A Conquista do Paraíso" (1992) e "O Homem da Máscara de Ferro" (1998), e por interpretar Obelix nos filmes da franquia "Asterix e Obelix".

"Minha cliente foi notificada da abertura da investigação judicial e da designação de um magistrado", declarou a advogada da demandante, Elodie Tuaillon Hibon.

Em 4 de junho de 2019, o Ministério Público concluiu nove meses de investigação preliminar explicando que "as inúmeras investigações realizadas não permitiram caracterizar os crimes denunciados em todos os seus elementos constitutivos".

Agora, segundo a fonte judicial, o juiz de instrução foi designado em 19 de agosto para analisar essa denúncia com a constituição de parte civil, recurso que permite a designação quase automática de um juiz para retomar as investigações.