PUBLICIDADE
Topo

Vencedora do Globo de Ouro diz enterrar seus prêmios no jardim de casa

Rosamund Pike no filme "Eu me Importo", da Netflix - Divulgação
Rosamund Pike no filme 'Eu me Importo', da Netflix Imagem: Divulgação

Colaboração para o Splash, em São Paulo

11/03/2021 08h10

Rosamund Pike, atriz que venceu o Globo de Ouro neste ano por seu papel no filme "Eu Me Importo", revelou que guarda os prêmios que recebeu em sua carreira em um lugar um tanto quanto inusitado: o jardim de sua casa.

"Me sinto desconfortável em exibi-los em casa", disse ela em entrevista a Ellen DeGeneres, que a questionou sobre onde guarda os troféus que recebeu através dos anos.

Em seguida, completou seu ponto de vista: "Como as pessoas interagem com eles quando você recebe visitas? Acho constrangedor, então eu os enterro no jardim, deixo só um pedacinho de fora, para que você possa ver uma mãozinha, uma coroa ou um globo talvez", brincou.

De acordo com o site IMDB, Pike já recebeu 32 prêmios em sua carreira. Até o momento, ela tem uma indicação ao Oscar: como Melhor Atriz pelo filme "Garota Exemplar", dirigido por David Fincher em 2014. Além do Globo de Ouro, ela tem no currículo vitórias no Emmy, Bafta e Emipre Awards. Ainda na entrevista, Pike finalizou o assunto com mais uma ironia.

No futuro, quando estiver morta e alguém comprar a casa, vão estão cuidando do jardim e achar que descobriram um tesouro enterrado. Será daqui a muitos séculos e os prêmios nem vão mais existir.

Recentemente, Pike deu uma entrevista ao talk-show de Kelly Clarkson onde falou sobre o sexismo da indústria cinematográfica, que chegou a aumentar seus seios nos cartazes do filme "O Retorno de Johnny English", de 2011,

Ao se questionada pela apresentadora se já tinha notado mudanças em si mesma, ela disse: "No pôster de 'Johnny English' aumentaram os meus seios. No pôster com a presença da minha personagem estou com os seios imensos. Me deram peitos que eu não tenho".

Pike também citou mudaram a cor de seus olhos no cartaz do drama de época "Radioactive" (2020). Ela, que tem olhos azuis, aparece na imagem com os olhos castanhos.

São coisas muito óbvias, não são? Minha reação é imediata quando percebo, 'olha, estou com olhos castanhos' e 'estou com seios imensos'. Mas também são incontáveis as vezes em que sua imagem é editada e você não percebe. Estamos perdendo as nossas referências de realidade.