PUBLICIDADE
Topo

Vera Fischer diz que sentiu no bolso o filme que Xuxa barrou na Justiça

Vera Fischer era coprodutora do longa 'Amor Estranho Amor', censurado por Xuxa
Vera Fischer era coprodutora do longa 'Amor Estranho Amor', censurado por Xuxa
Reprodução / Instagram

De Splash, em São Paulo

26/11/2020 16h11

A atriz Vera Fischer voltou a se manifestar sobre a briga judicial que envolve o filme "Amor Estranho Amor" — longa que Xuxa conseguiu censurar judicialmente pela cena polêmica em que a personagem interpretada faz sexo com um menino de 12 anos.

A estrela de "Laços de Família", "Mandala" e "O Clone", além de viver uma prostituta de luxo, Vera também foi coprodutora do longa ao lado de Anibal Massaini Neto. A direção ficou a cargo de Walter Hugo Khouri, que também dirigiu "Na garganta do diabo" e "O anjo da noite".

Continua depois da publicidade

Em entrevista ao Cinejornal, da TV Brasil, Vera afirmou que sentiu no bolso quando o filme foi tirado de circulação por conta da polêmica. No filme, Xuxa vive Tamara, também prostituta, que se envolve sexualmente com um garoto de 12 anos.

Tinha um elenco enorme... Pena que o público só viu por um tempo. Ele entrou em cartaz nos cinemas, fez ótimo público, mas saiu de circulação. Eu senti muito até porque era coprodutora do filme. O produtor principal era o Anibal Massaíni e nós sentimos no bolso.

Vera Fischer e seu novo corte de cabelo - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

O elenco era repleto de grandes atores e atrizes, como Tarcísio Meira, Íris Bruzzi, Mauro Mendonça e Otavio Augusto. Em 2019, durante o Festival de Cinema de Vitória, Vera já havia dito que achava a censura ao filme um desrespeito aos profissionais envolvidos no longa.

Eu acho que vão querer lançar novamente nos cinemas ou nas plataformas. E vai ser um ganho... a própria Xuxa disse outro dia que o filme é bom e tem que ser visto. Vai ser bom para a gente.

Continua depois da publicidade

O que Xuxa acha da censura ao filme hoje?

Há algumas semanas, Xuxa deu uma entrevista ao Fantástico em que falava sobre "Amor Estranho Amor" e afirmou que o filme deve ser visto por abordar um tema muito importante: a exploração infantil.

Quem não viu, por favor, veja. Fala de uma coisa atual, exploração infantil, realidade de muita gente. Essa é uma ficção, mas a realidade existe com o nome de exploração infantil

Xuxa durante entrevista ao Fantástico  - Reprodução/TV Globo - Reprodução/TV Globo
Xuxa durante entrevista ao Fantástico
Imagem: Reprodução/TV Globo

Na entrevista, Xuxa repetiu o que já havia dito no Otalab antes e reforçou que o filme não passa de uma ficção, não é um retrato da realidade.

Eu fazia o papel de uma menina de 15 anos vendida para um prostíbulo. Não é minha biografia, não faz parte da minha história.

Continua depois da publicidade

As pessoas levantam essa bandeira falando que transei com um garoto de 13 anos. Eu não transei, aquilo é ficção. Se não, o Arnold Schwarzenegger estaria preso por ter matado um monte de gente nos filmes dele.