PUBLICIDADE
Topo

Tarcísio e Gloria frustram haters e elogiam a Globo após fim de contrato

Tarcísio Meira e Glória Menezes no Conversa com Bial - Reprodução/vídeo
Tarcísio Meira e Glória Menezes no Conversa com Bial Imagem: Reprodução/vídeo
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

26/09/2020 11h38

Convidados do "Conversa com Bial" nesta sexta-feira (25), Tarcísio Meira e Glória Menezes deram um show de simpatia, elegância e "fair play". Duas semanas após a Globo encerrar um contrato de 53 anos com o casal, eles elogiaram e agradeceram à emissora pelas oportunidades que tiveram.

Para quem esperava que eles manifestassem alguma mágoa ou rancor com a situação, foi uma frustração.

Coube a Tarcísio expressar a visão do casal sobre o rompimento. "Nos acomodamos bem na Globo. Fizemos coisas boas, bons trabalhos. Temos certeza que fomos muito importantes para a TV Globo", disse.

E acrescentou: "Nós e nossos colegas todos que trabalharam conosco, os diretores, autores que participaram desse processo. Nós puxamos mesmo a audiência pra Globo. Foi muito importante".

Em seguida, o ator disse: "Nós sabemos que nós fomos muito importantes pra Globo, mas a Globo também foi muito importante para nós. Nós devemos muito à TV Globo".

Tarcísio ainda observou: "O contrato terminou. Um contrato que termina, termina. Acaba. Finito. A Globo queria nos fazer uma homenagem. Eu disse: não! Homenagem é coisa para pós-mortem. Não é pra agora. Agora, nós estamos aí, trabalhando, felizes da vida".

O ator ainda refletiu com serenidade sobre a decisão da emissora: "Eu acho que a Globo tá tomando novos, diferentes rumos. Eu acho muito bom. Acho ótimo. Para nós, mais velhos, o novo é sempre um desafio. Então é muito bom".

Apesar de Tarcísio dispensar homenagens, a entrevista teve um caráter emocionante. Bial relembrou grandes momentos do casal, em diversas novelas, começando por "2-5499 Ocupado" (1963) e "A Deusa Vencida" (1965) na Excelsior, e avançando para a longa trajetória na Globo.

A homenagem incluiu a exibição de generosos trechos de "Espelho Mágico" (1977), "Irmãos Coragem" (1970) e "Páginas da Vida" (2006).

Num momento comovente, Glória falou sobre a relação com Tarcísio: "Eu sei que é uma coisa rara, mas isso aconteceu com a gente. O amor. E o amor supera tudo, as brigas e as coisas. No fim, o amor é muito maior do que tudo", disse.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL